Activated Magazine Online

Switch to desktop

Um compromisso anual

Ha uns tres anos, meu pai convidou a mim e meus quatro irmãos, todos casados e com filhos, para irmos com ele e minha mãe para a Terra Santa. Aos 85 anos, fazia muito tempo que meu pai não viajava. Acho que, até essa decisão, sentia-se velho e preferia não viajar, mas isso foi superado pela combinação de dois desejos profundos: revisitar os lugares em que cresceu seu amado Jesus e viajar com sua família, algo que não fazíamos desde que éramos muito jovens.

Publicado em Idades e estágios

Realizando meus sonhos

Quando comecei a mapear minhas metas ha dezoito meses, os desafios pareciam imensos. Contudo, clamei a promessa: “Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.”1. A partir de então, avancei com Sua ajuda. Meu plano era escrever e criar milhares de páginas, e montar livros infantis de boa qualidade, para a formação da fé.

Publicado em Sucesso

Escolhendo menos

Meu marido e eu passamos um ano em uma pequena cidade na Tanzânia. Quando digo uma “pequena cidade”, refiro-me a um lugar com dois sinais de trânsito, nenhum supermercado, nenhum restaurante recomendável, apenas um prédio de dois andares e nenhuma opção de entretenimento! Vivíamos em uma casa simples com um mobiliário muito básico.

Publicado em Vida simples

Mudar para melhor

Era um daqueles dias em que tudo me deixava zangada. Estava triste, irritadiça, pequenos incômodos viravam um bicho de sete cabeças e não conseguia pensar em nada positivo. Mas, apesar de tudo isso, o dia tinha de continuar. Eu tinha coisas para fazer, metas a cumprir e uma parte do meu trabalho era me encontrar com pessoas cujo dia deveria alegrar. Você alguma vez se viu em um dilema assim?

Publicado em Crescimento pessoal

É uma questão de tempo

Imagine-se voltar no tempo e reviver algumas situações. Que decisões você mudaria? Que momentos específicos gostaria de desfrutar novamente? Com quem gostaria de passar mais tempo?

Publicado em A vida

Amanhas melhores

O que fazer quando esperanças e sonhos são despedaçados? Como avançar da decepção às novas esperanças?

Eram as perguntas que eu me fazia quando recebi as más notícias. Uma amiga e sua família iam unir esforços conosco em alguns de nossos projetos voluntários. Era algo que eu queria muito, mas que, para minha decepção, não se concretizou.

Publicado em Perspectiva

O máximo que podemos fazer

Durante a limpeza da virada do ano, encontrei um diário antigo. Tive de rir, quando li minha longa lista de resoluções para aquele ano. Aparentemente, minhas expectativas eram muito elevadas!

No ano passado, decidi me limitar a três resoluções: ser mais amorosa e animadora; concluir um grande projeto de produção literária e começar outro; manter uma lista de oração.

Publicado em Oração

A canção do adeus

Não faz muito tempo, trabalhei como recepcionista em um museu. Todos os dias, cerca de cinco minutos antes da hora de fechar, todo o sistema de som inundava o ambiente com uma canção lenta e romântica. Era um sinal para nós, empregados, juntarmos nossas coisas, apagarmos as luzes, desligarmos os monitores, encerrarmos as atividades e irmos para casa. A letra estava em mandarim, exceto por alguns versos do estribilho, que diziam em inglês: “Let go, let go, it’s time to say goodbye” — Deixe para lá, deixe para lá. É hora de dizer adeus, em tradução livre.

Publicado em Orientação

A maior de todas as provas

Já é Natal de novo! Os dias, as semanas e os meses passam voando e aqui estou, surpresa e resignada que já estamos no fim do ano. Não que eu não goste do Natal! Adoro as canções dessa época, a alegria contagiante e desejar a amigos e estranhos coisas boas.

Publicado em Natal

Noites de paz

Exausta. Essa era minha palavra para dezembro. Sim. Sei que não expressa a verdadeira maravilha da época. Mas é que os dias são trabalhosos e longos nesta fase do ano. Eu desejava que o ano não passasse tão rápido, deixando-me sem gás para a reta final.

Publicado em Natal
Pagina 1 de 55

Copyright 2017 © Activated. Todos os direitos reservados.

Top Desktop version