Activated Magazine Online

Switch to desktop

Olhando para fora

O nível de ocupação das pessoas dos dias de hoje pode atrapalhar suas vidas espirituais. Não é fácil arranjar tempo para passar em comunhão com Deus, ficar em Sua presença e estudar Sua Palavra. É como se uma força gravitacional nos mantivesse presos aos fardos do dia a dia, de forma que parar e vir à Sua presença para encontrar a força e o vigor espirituais necessários para lidar da maneira certa com os desafios da vida é extremamente difícil.

Publicado em Desvelo

A alegria de servir

Faz alguns anos, tenho trabalhado como voluntário em um projeto de educação para jovens de baixa renda. Fui criado em uma típica família indiana de classe média alta e, na maior parte da minha vida, vivi em um bairro afluente da cidade onde desfrutava de um estilo de vida confortável. Portanto, foi um certo choque cultural quando conheci as favelas e experiências de vida totalmente diferente da minha.

Publicado em Desvelo

Ilumine o seu canto

Despertei com o choro lamentoso de um bebê. Do outro lado da cortina que fazia papel de divisória, pude ouvir a voz cansada de sua mãe, desesperançada, tentando acalmá-lo. Eu tinha quinze anos e estava na ala infantil do hospital, recuperando-me de uma tonsilectomia, à qual me submetera no dia anterior. Contrariamente às expectativas, a intervenção teve algumas complicações, causando em mim dores na minha garganta e ouvidos que perturbavam meu sono. Apertei a bolsa de gelo contra o meu pescoço, na região da garganta, enquanto olhava aquela mãe, exausta, andando de um lado para o outro no corredor estreito, enquanto embalava seu minúsculo bebê, que tanto chorava.

Publicado em Dividir sua fé

Quem é meu próximo?

Eu estava lendo a tão conhecida história do Bom Samaritano1 em uma bíblia em quadrinhos muito bem ilustrada para um grupo de crianças de oito e nove anos de idade frequentadoras da escola dominical. O relato termina com uma pergunta de Jesus: “Qual destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos assaltantes?” Ao que o especialista em leis respondeu: “O que usou de misericórdia para com ele”. Disse Jesus: “Vai, e faze da mesma maneira.”2

Publicado em Desvelo

Como fazer a diferença

Um momento triste no meu dia é quando escuto as notícias, porque relatam principalmente situações terríveis. Em muitas partes do mundo, de diferentes maneiras, cristãos e não cristãos passam por sofrimentos horríveis.

Grande parte das notícias diz respeito a tragédias. São crises financeiras, terrorismo, guerras, conflitos, violência contra pessoas desabrigadas, perseguição de cristãos, devastações causadas pelas mudanças climáticas, explosões causadas por minas perdidas e governos opressores terríveis.

Publicado em Dividir sua fé

Heróis anônimos

Só Deus sabe quantos feitos heroicos acontecem todos os dias. Faltariam paredes para pendurar as placas de reconhecimento, se fossem concedidas por todas as boas ações praticadas. Talvez foi nisso que Michael, meu marido, pensou quando escreveu esta canção em homenagem aos heróis anônimos. 

Publicado em Desvelo

Duas vidas a serem imitadas

Sabina, minha avó, foi uma santa que tive o privilégio de conhecer pessoalmente. Nunca teve uma certidão de nascimento, mas frequentou a escola o suficiente para aprender a ler bem. Lia a Bíblia diariamente e jamais faltou à missa de domingo. Era bondosa, terna e nunca perdia uma oportunidade de fortalecer nosso caráter, como quando minha irmã furtou frutos dos vizinhos. Bastou nos olhar quando chegamos em casa para que soubesse que tínhamos aprontado alguma. Depois de admitirmos nosso erro, tivemos de pedir desculpas àqueles que havíamos prejudicado.

Publicado em Desvelo

Seguindo os heróis

Eu tinha dez anos de idade quando ouvi falar pela primeira vez de Albert Schweitzer e fiquei tão impressionada com sua dedicação, que fiquei com vontade de fazer medicina e trabalhar na África como ele. Houve uma época em que, para saber mais sobre algo ou alguém era preciso pesquisar em livros e enciclopédias, tipicamente em uma biblioteca. Em outras palavras, a curiosidade não era prontamente atendida e havia uma dose de casualidade e mistério envolvidos.

Publicado em Perspectiva

Nada a temer

Meus piores temores me sobrevieram quando cheguei ao hospital. Aquilo me parecia uma ameaçadora e medonha fábrica de saúde, onde médicos impessoais estudavam meus sintomas a uma distância profissional e enfermeiras apareciam ao lado de minha cama nos horários mais estranhos para medir a temperatura do meu corpo, injetar-me algo ou me dar uma xícara de café.

Publicado em Experiências

Um presente para dois irmãos

Já sentiu vontade de fazer algo para ajudar alguém, um forte desejo de fazer uma diferença no mundo, mas teve suas boas intenções desviadas por pensamentos de por que seus esforços não funcionariam?

Publicado em Dar
Pagina 1 de 10

Copyright 2017 © Activated. Todos os direitos reservados.

Top Desktop version