Activated Magazine Online

Switch to desktop

Grandes expectativas

Há uma passagem na Bíblia que narra a volta de Jesus à Sua cidade natal. Acho que é uma das histórias mais tristes da Bíblia, cuja mensagem é praticamente resumida no último versículo do capítulo: “E não realizou muitos milagres ali, por causa da incredulidade deles.”1

Publicado em Autoestima

Por que as melancias são azuis

Desde criança, sempre tive dificuldades para pegar no sono e continuar dormindo. Isso melhorou bastante nos últimos anos, graças a algumas coisas que passei a fazer e a outras que aprendi a evitar. Entretanto, é comum eu demorar uns 90 minutos para adormecer e isso não é por eu ter tomado café tarde nem por não haver me exercitado o bastante.

Publicado em Perspectiva

Poder para perdoar

Descobri o poder do perdão numa tarde de julho de 1976. Foi durante o regime de Idi Amin, o qual paralisou Uganda. Carreiras, a economia, a infraestrutura, a educação e tudo o mais simplesmente parou. Eu estudava na Universidade de Makerere, fazia pouco tempo que havia me casado e estava grávida.

Publicado em Perdão

Altos e baixos

Recentemente eu estava pensando na questão de decisões erradas, depois de ter feito algumas que me deixaram desanimada. É natural gostarmos de ver que fizemos as escolhas certas e podemos ver com clareza os benefícios que delas advêm, mas é mais difícil imaginar algum resultado positivo das más decisões. Elas não são raras e vão desde as de pouca importância, que normalmente ignoramos, esperando que ninguém perceba, às de grande envergadura, com consequências importantes.

Publicado em Crescimento pessoal

Amanhas melhores

O que fazer quando esperanças e sonhos são despedaçados? Como avançar da decepção às novas esperanças?

Eram as perguntas que eu me fazia quando recebi as más notícias. Uma amiga e sua família iam unir esforços conosco em alguns de nossos projetos voluntários. Era algo que eu queria muito, mas que, para minha decepção, não se concretizou.

Publicado em Perspectiva

O casal excêntrico

Quando conheci Danica e Milic, há 13 anos, eles já eram afetuosamente conhecidos como “os avós na montanha”, porque moram na pequena vila de Suhodol, que significa “monte seco”. Para chegar lá, é preciso seguir por uma trilha íngreme, um acesso impossível por carro no inverno. Eles não têm água encanada nem banheiro dentro de casa, uma condição nada rara naquela região da fronteira da Croácia e Bósnia, onde abundam histórias tristes de gente que escapou da guerra e da destruição, passou tempo em campos de refugiados e voltou para encontrar suas casas queimadas, suas vilas bombardeadas para aí recomeçar a vida na idade de se aposentarem.

Publicado em Romance e casamento

Como fazer a diferença

Um momento triste no meu dia é quando escuto as notícias, porque relatam principalmente situações terríveis. Em muitas partes do mundo, de diferentes maneiras, cristãos e não cristãos passam por sofrimentos horríveis.

Grande parte das notícias diz respeito a tragédias. São crises financeiras, terrorismo, guerras, conflitos, violência contra pessoas desabrigadas, perseguição de cristãos, devastações causadas pelas mudanças climáticas, explosões causadas por minas perdidas e governos opressores terríveis.

Publicado em Dividir sua fé

Deixe sua luz brilhar

Conheci Marina há quase 20 anos, em uma oficina organizada por uma ONG japonesa para refugiadas da Bósnia. Ela era cativante e estava dando um toque artístico, todo seu, ao evento, apesar de seu trabalho ser simplesmente ajudar aquelas mulheres a fazer simples cartões de boas-vindas. Anos depois, ela acompanhou um grupo dessas mesmas refugiadas como parte de um programa de intercâmbio. Foi quando conheci seu lado humorístico! Ela estava sempre alegrando a atmosfera com piadas, canções e com sua gargalhada contagiante.

Publicado em Como passar por eles

Nossa âncora aguenta

As mudanças nos aproximam de Deus. “Mudanças e decadência vejo ao meu redor, oh Tu que és imutável, habita comigo.”1 Tudo muda, exceto o Senhor. Ele é o único elemento constante.

Publicado em

Vida longa com Jesus

Meu pai viveu 101 anos e minha mãe, 99. Foram casados por 75 anos! Sobreviveram às duas Guerras Mundiais e tiveram nove filhos, dos quais, dois, os gêmeos, nascidos ao término da II Guerra Mundial, voltaram para o céu imediatamente após o parto. Tiveram também 19 netos e 19 bisnetos.

Publicado em Idades e estágios
Pagina 1 de 14

Copyright 2017 © Activated. Todos os direitos reservados.

Top Desktop version