O fruto proibido

O fruto proibido

Em sua autobiografia, Confissões, Santo Agostinho, um teólogo da Igreja Primitiva, narra um incidente que aconteceu quando na sua adolescência. Havia uma pereira perto da vinha de sua família, cujos frutos não eram bonitos nem saborosos. Ele e alguns amigos furtavam aquelas peras não para comê-las, mas para jogá-las aos porcos. Conta que faziam isso pelo simples prazer de fazer algo proibido, uma prática tão antiga quanto Adão e Eva no Jardim do Éden.

Muitas gerações antes, quando Deus livrou o povo de Israel da escravidão no Egito e o levou à Terra Prometida, os israelitas, em um primeiro momento, acreditavam no Senhor e O temiam.1 Entretanto, quando as adversidades da jornada puseram à prova sua fé, afastaram-se de Deus e de Moisés. Enquanto o profeta estava no topo do Monte Sinai recebendo a Lei de Deus, os filhos de Israel confeccionaram um ídolo de ouro na forma de um bezerro para adorar e lhe oferecer sacrifícios.2 Nos séculos seguintes, os povos de Israel e de Judá continuaram a irritar Deus com sua idolatria e outros pecados, apesar de Sua bondade, proteção milagrosa e promessas.3

Desde o princípio da história da humanidade, quando o Criador procurava Adão e Eva no Jardim do Éden, Deus sempre desejou uma comunhão íntima com o ser humano.4 Mas o pecado nos distanciou de nosso Criador, cujos mandamentos somos incapazes de observar, por mais que nos esforcemos. Como disse o Apóstolo Paulo: “Quando quero fazer o que é bom, só consigo fazer o que é mau”.5 A Bíblia diz que Jesus Cristo Se tornou uma ponte sobre a fenda que separa Deus da humanidade.6 A vida de Jesus na Terra, Sua morte e Sua ressurreição abriram o caminho para a nossa reconciliação com o Pai e para um novo relacionamento com Ele. Essa restauração significa novos corações que respondem à vontade de Deus para nossas vidas.

* * *

“Se vocês me amam, obedeçam aos meus mandamentos. A pessoa que aceita e obedece aos meus mandamentos prova que me ama. E a pessoa que me ama será amada pelo meu Pai, e eu também a amarei. A pessoa que me ama obedecerá à minha mensagem, e o meu Pai a amará. E o meu Pai e eu viremos viver com ela.” —Jesus, João 14:15,21,23 NTLH

1. Ver Êxodo 14:31.
2. Ver Êxodo 32:1–6.
3. Ver Jeremias 7:9.
4. Ver Gênesis 3:9.
5. Romanos 7:21 NTLH
6. Ver Romanos 5:1.

Uday Paul

Uday Paul

Uday Paul vive em Mumbai, Índia, onde leciona Inglês e cursos para o desenvolvimento da personalidade. Atualmente está envolvido em um projeto em que ensina inglês para adolescentes de famílias de baixa renda, para que tenham melhores oportunidades de êxito na vida.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.