Os vários papéis de Jesus na minha vida

Os vários papéis de Jesus na minha vida

Quando pequena, Jesus era para mim como o Papai Noel. Eu sabia que Ele podia ver se eu estava sendo boazinha ou não. Quando eu queria algo, pedia para Ele e confiava que seria atendida. Eu deveria prestar a atenção e obedecer ao que Ele dizia, como fazia com meus professores na escola e na igreja.

Cresci um pouco e percebi que Ele era justamente o que eu mais precisava naquele momento: um amigo com quem pudesse conversar e me orientasse durante a juventude. Nessa época também O encontrei como o Salvador, quando entendi que precisava de perdão e Lhe pedi para entrar em meu coração.

Na adolescência, comecei a entender Jesus como um Confidente, a quem eu recorria quando tinha uma necessidade, e que sempre parecia me compreender. Quando me perdia, Ele era a Reluzente Estrela da Manhã e a Luz que me mostrava o caminho de volta para a vida que Ele havia preparado para mim.

Quando me tornei mãe, vim a conhecê-lO como o grande Médico. Ele era o Pão da Vida quando tínhamos fome e curava nossos corações das tristezas e dificuldades. E conforme meus filhos cresceram, tornou-se um maravilhoso Conselheiro.

Ele também foi meu Mentor. Ajudou-me a encontrar o meu lugar e me guiou a conquistas e hobbies que me deram enorme satisfação. Quando enfrentei obstáculos, Jesus se fez presente como Libertador, Defensor e Escudo.

Na hora do luto, conheci o Jesus Consolador. Ao perder pessoas a quem amava, descobri que Ele é o Príncipe da Paz. Quando meu pai faleceu, Jesus assumiu o papel do meu Pai Celestial, sempre ao meu lado, para me apoiar, encorajar e proteger. Eu podia acessá-lO pela oração a qualquer hora do dia ou da noite.

Fazendo uma retrospectiva da minha vida, das muitas viagens e estradas que peguei, percebi que Ele sempre esteve presente. Tem me guiado como o Bom Pastor, que, quando eu estava perdida e ferida, me buscou e, quando não conseguia caminhar, carregou-me em Seus braços, com ternura e amor.

Hoje o vejo como o Alfa e o Ômega, o começo e o fim, sempre presente das minhas mais tenras memórias ao meu último alento. Então O conhecerei como a Ressurreição e a Vida, meu Redentor.

Joyce Suttin

Joyce Suttin

Joyce Suttin é educadora, casada e vive em San Antonio, Texas. Faz seleção e edição online de textos motivacionais e é autora vários artigos dessa natureza, muitos dos quais publicados pela revista Contato.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.