Relatos pessoais

Novos começos

Abril 2009 | Tagged sob Encontrar Jesus

“Pude compreender o que não havia entendido...”

Luiz Eduardo, São Paulo

Aos 23 anos, nem passava pela minha cabeça ter qualquer tipo de ligação com Deus ou “religião”, apesar da minha família ser cristã. Qualquer tipo de crença nesse sentido era bem distante da minha realidade acadêmica e busca do “conhecimento”.

Romance, Romance!

Março 2009 | Tagged sob Romance e casamento

Depois de 20 anosde casada, durante os quais raramente passei mais que uma noite sem Bruce, meu marido, as circunstâncias nos mantiveram separados por mais de um ano. Nossos dois filhos adolescentes e eu éramos voluntários em uma obra cristã aqui, no lindo Arquipélago Filipino, enquanto Bruce trabalhava no Canadá, nosso país natal, para conseguir recursos para nosso trabalho aqui e ajudava nossos filhos mais velhos a encontrar novos empregos e começar a construir suas vidas. Era uma daquelas situações inevitáveis, mas eu e os meninos sentíamos falta da companhia e do apoio emocional de Bruce.

O ônibus perdido

Março 2009 | Tagged sob Milagres e mistérios

Ben e Rebecca Waters, voluntários cristãos no Equador

“Perdi o ônibus de novo,”suspirou Miguel, que estava trabalhando até mais tarde do que era de costume.

Na mesma hora, Pablo entrou no escritório. “Pensei que tivesse ido para casa um tempo atrás,” disse Miguel. “Por que voltou?”

“Esqueci a minha Bíblia,” Pablo respondeu. “E agora vejo que também perdi o ônibus!”

Em queda livre

Março 2009 | Tagged sob Experiências

Na infância, brincávamos de um jogo em que uma pessoa ficava reta como uma tábua e então, pendia para trás para cair nos braços fortes de um adulto esperando para pegá-la. Mas mesmo depois de ver isso acontecer várias vezes e tê-lo feito eu mesma, era difícil não dobrar os joelhos ou fazer alguma coisa no último instante para tentar amortecer a queda. Não fazer isso exigia um “relaxamento” contrário à minha maneira de pensar e aos meus reflexos. Eu precisava ter perfeita confiança na pessoa que me pegaria.

Apenas cante!

Fevereiro 2009 | Tagged sob Crescimento pessoal

Fui despertada logo cedo por um coro de pássaros que cantavam, gorjeavam, faziam dobrados e conversavam entre si. Entoavam alto suas melodias alegres e estavam por todo o lugar. Era o som da natureza. Alguns amigos e eu estávamos acampando em uma área arborizada perto de Mostar, uma cidade com 600 anos de idade que muitas vezes foi assunto das notícias durante a guerra entre as antigas repúblicas da ex-Iugoslávia no início dos anos 90.

Deixe fluir

Fevereiro 2009 | Tagged sob Crescimento pessoal

Eu estava em Bombaim, poucos dias antes do início do período da monção. Algo muito esperado em toda a Índia. Os jornais mantêm a população a par das predições da chegada e do avanço diário das chuvas fortes que refrescam e lavam o país inteiro da sujeira acumulada por meses. Sem elas, o campo pouco produziria. As chuvas de monção dão vida à Índia.

Como parte dos preparativos para a estação, muitas árvores são podadas e as galerias de drenagem limpas. Até que seja feita a coleta, vêem-se depositados ao longo das ruas perto das bocas-de-lobo toda forma de lixo, boa parte do qual se decompõe antes de ser levado, formando um tipo de gosma preta.

Amortecedores

Janeiro 2009 | Tagged sob Estresse

Oh não, aquele buraco outra vez! Estava voltando para casa como sempre, tendo que dirigir bem devagar ao passar por um buracão na rua para evitar um solavanco dolorido.

Como o meu carro precisava de uma revisão, fui à oficina onde já conheço o mecânico. Enquanto ele dirigia o carro para dentro, eu me parabenizava por ter lembrado da revisão. Ele não dirigiu nem um metro e freou, olhando para mim muito surpreso.

Sobre a vida e cebolas

Janeiro 2009 | Tagged sob Ano-novo

Meus amigos e eu decidimos fazer algo diferente para comemorar o Ano Novo. Cada um deveria trazer ou fazer algo que representasse o ano que estava terminando. Uma pessoa fez uma colagem de fotos representando suas experiências, novos amigos, familiares, etc. Uma colega cantou uma canção de sua autoria. Outras duas cantaram canções que tinham um sentido especial para elas.

Quando chegou minha vez, exibi duas cebolas: uma inteira e outra picada. Mais cedo, naquele dia, quando orei sobre o que deveria apresentar, Jesus me disse que levasse cebolas.

<Page 102 of 103>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.