Mães

Escolha de mãe

Julho 2013 | Tagged sob Amor

Nenhum de seus amigos ou familiares entende por que ela fez o que fez, mas a maioria desaprova, pois entende ser tolice. As objeções se explicam, pois May já tem seus quarenta e tantos anos, mora sozinha desde que a filha se mudou e, apesar de endividada, cria a menina que o ex-marido teve com outra mulher.

May se casou muito jovem e quando estava na casa dos vinte se divorciou, mas mesmo antes disso já criava seu primeiro filho sozinha, pois seu companheiro era dependente químico e passava metade do tempo na cadeia.

Mamãe motoqueira

Maio 2011 | Tagged sob Dia das Mães

Algumas das minhas primeiras memórias são de andar na garupa de uma motocicleta conduzida por minha mãe. E não era para uma voltinha no quarteirão. Éramos missionários e vivíamos em países em que esse era o meio de transporte mais prático ou que cabia no nosso orçamento. Cresci em Hong Kong, Tailândia, Indonésia, Filipinas, Malásia, Macau e Singapura.

Mas essa não era a única característica pouco comum ou extraordinária de minha mãe. Ela sempre fez questão que aprendêssemos e participássemos da cultura local onde quer que estivéssemos vivendo e adorava se comunicar com as pessoas no idioma delas. Era especialista em organizar passeios divertidos e educativos para nós, crianças, e nos incentivava a experimentar todos os pratos, esportes e maneiras de fazer as coisas típicos dos países onde nos encontrávamos.

Sua vida no Céu

Abril 2010 | Tagged sob Céu

Voar sem os impedimentos da gravidade ou de qualquer outro tipo. Pergunto-me como será a sensação.

Esta noite saí para caminhar numa estrada rural que percorre a colina próxima de minha casa, quando percebi que na semana que vem completará cinco anos que não a vejo, que você nos deixou.

No início fiquei triste, mas de repente um pensamento mudou meu estado: Cinco anos no Céu. Você já passou cinco anos no Céu. Isso deve ser muito bom!

Ela vai com graça

Julho 2009 | Tagged sob Vida após a morte

Após a morte deminha mãe, enquanto examinava seus pertences pessoais, encontrei um marcador de livros que, desde então, tem tido grande significado para mim. Nele se vê a imagem de uma nativa americana usando um vestido longo, com montanhas ao fundo e a Lua pairando no céu. Os olhos da mulher estão fechados e, sob a ilustração lemos a inscrição: “Ela vai com graça.”

Já ouvira falar ou lera a respeito de como Deus dá às pessoas “graça para morrer” quando estão para deixar essa vida, ou um dom similar àqueles que perdem entes queridos. Foi o que aconteceu quando minha mãe nos deixou, pois a graça do Senhor foi mais que suficiente. Em resposta às minhas orações, Ele até adicionou Seus toques de amor especiais a uma experiência que, normalmente, seria muito difícil.

Recomeçar aos 80

Julho 2009 | Tagged sob Idades e estágios

Quando seu marido faleceu, Brenda tinha quase 80 anos e passou a viver sozinha em uma casa grande em uma cidade de porte médio com um índice de criminalidade nada baixo. Seus dois filhos viviam a uma hora de distância de sua casa, mas a filha, por morar longe, preocupava-se pela mãe e costumava orar por ela.

Entrevista com minha mãe

Maio 2006 | Tagged sob Dia das Mães

As mães são doadoras generosas. Suas vidas são dádivas de amor para suas famílias. Crescemos, viajamos e nos afastamos de nossas origens, mas aí algo vem e mexe nos nossos corações que, como uma bússola, nos guiam de volta para casa, onde redescobrirmos quem somos e de onde viemos.

Alguns meses antes de minha mãe falecer, sentei-me com ela e lhe fiz algumas perguntas sobre a vida. Se você nunca fez isso, aqui vai uma sugestão: faça. Com toda certeza, vai ajudá-lo a valorizar sua mãe ainda mais.

Obrigado, Mães!

Maio 2006 | Tagged sob Dia das Mães

O amor de mãe é um dos melhores exemplos do Meu amor pelos Meus filhos, porque a mãe que conhece a Deus ama incondicionalmente e todo o tempo, apesar das circunstâncias. É um amor especial que coloquei no coração de cada uma porque sabia que pelo amor que as mães têm pelos filhos, todos poderiam entender melhor o Meu amor.

Obrigado, Mãe!

Maio 2006 | Tagged sob Dia das Mães

Ao selecionar as citações para a seção Essa Maravilha Chamada Mãe, encontrei um pensamento de Pam Brown que na hora vi ser perfeito para este editorial: “Um filho só entende quanto sua mãe o ama, quando, ao vasculhar o sótão, encontra cada carta que já lhe enviou, cada pintura a dedo, potinho de argila, colar de contas, desenho de Páscoa, carta para Papai Noel, cartão do Dia das Mães e boletim escolar que ela vem colecionando ao longo de toda a vida do filho.

Essa maravilha chamada mãe

Maio 2006 | Tagged sob Dia das Mães

Mãe é alguém que, ao contar quatro pedaços de torta e cinco pessoas, anuncia, sem pestanejar, jamais haver gostado de torta.
— Tenneva Jordan

*

O melhor remédio do mundo é o beijo de mãe.
— Autor anônimo

O irrestrito amor de mãe

Maio 2006 | Tagged sob Dia das Mães

Aquele dia de junho estava para lá de quente e úmido na costa atlântica americana. O verão nos envolvera em seus braços pegajosos e as crianças da Escola Municipal de Calvert decidiram que a atividade mais apropriada para o dia seria se refrescar com a água que jorrava dos aspersores no gramado.

<Page 1 of 2>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.