Natal

Seja um anjo

Não há maior alegria nem melhor recompensa do que o que colhemos quando fazem uma diferença fundamental na vida de alguém.
—Irmã Mary Rose McGeady (1928–2012)

*

Faça da época de Natal uma ocasião para não apenas dar coisas materiais, mas para fazer o que conta infinitamente mais… dar de si.
—J. C. Penney (1875–1971)

O presente do seu coração

Todas as obras de Jesus na Terra tinham de ser extremamente importantes, pois o Filho de Deus veio aqui para as realizar. Mas ao examiná-las, vemos que nem todas foram o que a maioria consideraria “espetaculares” em seus aspectos físicos. Muitos de seus atos —as transformações espirituais— eram pouco ou quase nada notados. Várias não tinham nenhuma característica física marcante, como quando Ele testemunhou para Nicodemos,1 perdoou os pecados da mulher imoral,2 ou Seu encontro com a mulher à beira do poço3.

Um dilema muito pessoal

O mundo em que José e Maria, pais terrenos de Jesus, cresceram era muito diferente do que conhecemos hoje. Provavelmente, eram ainda jovens quando foram prometidos em casamento, o que no antigo Israel, acontecia quando o homem dava à mulher uma carta ou um valor em dinheiro, por menor que fosse, diretamente ou por um mensageiro. Também era exigido que ele declarasse diante de testemunhas sua intenção de se casar com ela. No momento em que se fazia a promessa, o contrato nupcial era escrito e concordado. Uma vez prometida, a mulher era considerada, do ponto de vista legal, mulher daquele homem.

Uma canção de Natal

O que você vê quando pensa no Natal? Presentes, pinheiros decorados, luzes, guirlandas, boa comida, o nascimento de Jesus, a chegada do novo ano, o fim do velho e, provavelmente, muitos lembram de "Uma Canção de Natal".

Escrita por Charles Dickens, a bem conhecida história do mal-humorado e infeliz Scrooge foi inúmeras vezes recontada desde sua primeira publicação em 1843.1 A história se tornou um símbolo do Natal e, apesar de muitos lembrarem da dureza, avareza e ganância do principal personagem do conto, Ebenezer Scrooge, vale questionar com que frequência aplicamos suas lições às nossas vidas?

Toque os sinos

Deixe a alegria do Natal tocar sua alma pelo repicar dos sinos, pelos estribilhos das canções, ou na quietude do seu coração. Há muito a celebrar: Jesus nasceu!

*

O mundo está cheio dos sons de Natal. Se você escutar com os ouvidos físicos, perceberá canções, sinos e risos, ponteados aqui e ali com um toque de solidão. Se atentar com os ouvidos espirituais, ouvirá as asas dos anjos, a quietude da expectativa interior, o som sagrado do silêncio mais profundo, o sussurro vibrante do mundo eterno.

A estrela de Natal

Sempre adorei as poinsétias vermelhas e verdes. Imaginava que ganharam lugar cativo entre as decorações típicas do Natal por suas cores vibrantes, mas descobri que embutem um significado mais profundo.

Segundo a lenda mexicana, no século 16, uma jovem camponesa chamada Maria estava angustiada na véspera de Natal, pois não tinha nenhum presente para depositar diante do altar do Menino Jesus, na igreja da vila em que morava. A caminho da capela, triste por ser tão pobre a ponto de não poder oferecer sequer uma pequena prenda, foi animada pela prima que lhe disse que Jesus aceitaria com alegria aquilo que fosse dado de coração, por mais modesto que fosse, pois era uma oferta de amor.

Memórias de Natal

O Natal é celebrado em todo mundo de maneiras muito semelhantes. Suas tradições são de tal forma universais que países como o Brasil, que celebrarem a data em pleno verão, adotam pratos e decorações típicas do inverno, acompanhando o que é feito no Hemisfério Norte.

O presente que não abri

Pode imaginar alguém demorar 15 anos para abrir um presente de Natal? Foi o que fiz. Todos os anos, abria os outros presentes que ganhava, desfrutava-os por uns minutos ou alguns meses e perdia o interesse, eles se desgastavam, ou quebravam. Mas demorei para abrir aquele presente. Penso que, quando eu era pequeno, todos os outros pareciam mais divertidos e, depois que fiquei mais velho, achei que já sabia o que tinha dentro e não me interessei. Houve anos em que nem o notei.

<Page 8 of 11>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.