Reflexões de Natal

Reflexões de Natal

Recentemente, dediquei um tempo para relaxar e ficar sozinha, sentada diante de nosso pequeno presépio. Acendi umas velas e um pequeno abajur e coloquei música natalina instrumental para tocar.

Sinto-me muito abençoada por Jesus ter me dado a ideia de comemorar com Ele desta forma e Lhe agradecer pelo Seu amor inexplicável, incompreensível e infinito; e como se manifestou na minha vida e na vida de outros. É também uma oportunidade de orar pelo povo de Deus no mundo todo, alguns dos quais estão celebrando o Natal em pobreza e fome.

Os pobres entendem o fato de Jesus ter nascido na penúria. Veem um Deus que se identifica com eles; que, mesmo sendo o rei do universo, veio em forma humana ao mundo sofrido em que vivem, os ama e Se importa com eles. Os mais prósperos também podem se identificar com a cena, pois nela os reis magos são recebidos pelo Menino Jesus de braços abertos, um Deus que acolhe todos os que dEle se aproximam.

Quando dedicamos um tempo para pensar em tudo que Jesus sacrificou, fez por nós e tudo que isso representa, algo cala fundo e nos leva a agradecer a Deus pelas muitas maneiras como nos adotou, nos renovou e nos deu vida.

Todos os que participaram do primeiro Natal foram levados ao Senhor por sinais sobrenaturais vindos do céu. Apesar de os reis magos provavelmente não estarem presentes no mesmo momento em que os pastores visitaram o recém-nascido Salvador, incluí-los na cena do presépio é emblemático do que aconteceu no Seu nascimento. Prestar homenagens ao Rei do universo é um lindo simbolismo para todos, ricos e pobres.

Aquele bebê, considerado pela maioria da época apenas o filho mais velho de Maria, era Deus encarnado. É o mesmo ontem, hoje e eternamente. Veio à Terra para ser a força dos pobres, o auxílio dos necessitados e dos aflitos, um refúgio da tempestade. Trouxe paz para onde havia tumulto. Trouxe cura aonde a dor abundava. Trouxe esperança em meio a tanta desolação! É nosso amigo, nosso Salvador e Aquele que nos serve de exemplo; nosso professor e libertador, nosso refúgio e nosso Deus.

Maria Fontaine

Maria Fontaine

Maria Fontaine divide com seu marido, Peter Amsterdam, a administração e orientação espiritual da Família Internacional, uma comunidade de fé dedicada a compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo ao redor do mundo. É autora de diversos artigos sobre a vida segundo a fé cristã. (Os textos escritos por Maria Fontaine usados na Contato são adaptações.)

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.