O efeito martim-pescador

O efeito martim-pescador

Quando o “trem bala” da linha Sanyo Shinkansen começou suas operações, os moradores das localidades que marginavam a rota se queixavam do nível de ruído. Cerca de metade do trajeto ocorria dentro de vários túneis e, na saída de cada passagem subterrânea, a mudança repentina da resistência do ar sobre o trem provocava um ruído tremendo.

Um dos engenheiros incumbidos de solucionar o problema se lembrou do que havia lido sobre o martim-pescador, um pássaro com uma característica distintiva. Para capturar sua presa, a ave mergulha do ar, onde encontra pouca resistência, para a água, que oferece grande resistência, espirrando pouquíssima água. O engenheiro concluiu que o fenômeno se devia à forma do bico do pássaro, perfeita para uma transição tão brusca.

A partir dessa observação, a equipe conduziu simulações nas quais mediu as ondas de pressão causadas por objetos de diferentes formas quando estes saíam em velocidade de um tubo. Os dados revelaram que a forma ideal para a dianteira do trem bala era quase idêntica à do bico do martim-pescador e o problema foi resolvido! Os especialistas provavelmente teriam tido muito mais dificuldades para solucionar a questão se tivessem contado exclusivamente com as informações e experiências adquiridas enquanto engenheiros mecânicos. A solução foi encontrada quando um deles a buscou em outra fonte.

Uma dificuldade que temos para lidar com os problemas é nossa tendência de nos atermos às nossas habilidades e vivências para os resolver, quando, muitas vezes, Deus tem uma ideia melhor. Parar de se esforçar tanto para recorrer a Deus é um exercício de fé, mas é isso que, muitas vezes, é preciso para que Ele consiga se comunicar conosco. A fé exerce nos problemas o mesmo efeito que o bico do martim-pescador tem na água. O surgimento de obstáculos aumenta repentinamente a resistência aos nossos planos ou rotina, o que pode nos causar um forte choque, mas a fé nos ajuda a encontrar soluções mais rapidamente, com menos desgaste aos nossos nervos. A fé não elimina todos os nossos problemas, mas reduz seu impacto.

* * *

Como lidar com qualquer problema

Há muitas pessoas bem intencionadas que acreditam que a vida seja dura demais. Elas gostariam de planejar e ordenar o mundo para que ninguém sofresse. Mas como o caráter se formaria sem dificuldades? Como seria possível para alguém se tornar equilibrado, maduro e forte?

Ainda que pareçam ruins e desagradáveis, os problemas são nossas fontes de desenvolvimento em potencial. Envolva cada um deles com oração, fé e um raciocínio claro. Em seguida, permita que o entusiasmo nasça e cresça. A partir daí, você pode lidar com qualquer situação que surgir.

—Norman Vincent Peale

Tagged sob
David Bolick

David Bolick

David Bolick nasceu nos EUA. Desde 1974, morou em diversos países latino americanos trabalhando como missionário voluntário e também tradutor, professor de inglês, e escritor freelance. Desde 1991, quando se tornou corredor amador, já participou de várias maratonas e corridas de pista. Para ele, esse esporte é uma inspiração. Tem três filhas, quatro netos, e atualmente reside em Guadalajara, México, com sua mulher, Aldina, de nacionalidade portuguesa. 

Mais nesta categoria Algo do nada »
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.