O telefonema

O telefonema

Laurita acabara de chegar em casa depois de me visitar quando percebeu que teria de sair novamente para comprar pão para o jantar. Pegou as chaves do carro e saiu em direção à rua, mas quando estava fechando a porta de casa, ouviu seu celular tocando dentro de casa e voltou para atender à ligação. No mesmo instante, o telefone na minha casa soou. Estava em outro quarto, então tocou algumas vezes antes que eu chegasse a ele. Eu disse “Alô” e Laurita também, ficamos em silêncio, uma esperando a outra dizer por que havia ligado. Expliquei que não ligara para ela, e ela disse que também não havia ligado para mim. Perguntei onde ela estava, ela disse que estava em casa e que tudo estava bem. Então, desligamos.

Naquele instante, Laurita ouviu um barulho na rua e foi ver o que tinha acontecido. Ao chegar ao portão, viu que alguém havia batido na porta do seu carro que estava estacionado em frente da casa, e várias pessoas estavam feridas na rua. Um motorista embriagado havia atingido o seu carro e atropelado alguns pedestres. Tudo acontecera naquele instante em que voltou para dentro de casa para atender ao celular e falar comigo.

Se eu não liguei para Laurita nem ela para mim, então como foi que os dois telefones tocaram ao mesmo tempo? Seja quem for que tenha feito essa ligação a salvou de um terrível acidente, pois estaria entrando em seu carro no momento do acidente. Não sei como explicar o que aconteceu, mas sei que Laurita foi protegida sobrenaturalmente. Não importa a explicação racional ou técnica que alguém tente dar, tenho certeza que Deus usou aquela ligação para livrá-la do perigo. Alguns disseram que era um mistério. Eu digo que foi um milagre. E você?

Mais nesta categoria « Milagres Poder espiritual »
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.