O coração jubilante

O coração jubilante

Por padrão, os seguidores de Jesus devem ser “gratos”, quando consideramos que Jesus morreu para nos remir de uma eternidade afastados de Deus. Isso deve ser como mola sob nossos pés e nos fazer saltar acima de coisas de menor importância e até irrelevantes. Mas o fato é que tendo a sucumbir a reações menos nobres e não me mostro tão agradecida em situações tais como trânsito ruim, ambientes bagunçados, estresse, falta de algumas coisas, excesso de outras, etc. Você sabe como é.

Entretanto, sei que, no cômputo geral, todos esses detalhes têm importância mínima e quero ter alegria em meu coração. Quero compartilhar aqui três áreas da minha vida nas quais tenho me concentrado para ser mais positiva nas minhas reações e perspectivas.

Ser grato pelas coisas menores

Estou aprendendo a notar as mínimas coisas que trazem alegria e a lista é infindável: o nascer do sol, o pôr-do-sol, uma boa caneca de café, o frescor da manhã, o riso das crianças, os braços fortes do meu marido, meu travesseiro e assim por diante. Descobri que manter uma lista de pequenas alegrias na memória pode realizar maravilhas quando se trata de absorver o impacto de algumas das coisas mais difíceis que a vida me traz.

Não me apegar a nenhum resultado em particular

Essa é mais difícil! Houve vezes em que quis muito que algo acontecesse, mas as coisas não aconteceram como eu esperava e eu não podia fazer nada a respeito. Muitas vezes, é difícil estar grato de um jeito ou de outro, porque é complicado agradecer por um diagnóstico ruim ou por não conseguir o emprego. Aprendi, todavia, que a gratidão não está vinculada ao resultado, mas no fato de que Deus é bom. Sempre. Mesmo quando Sua bondade está além da minha compreensão.

Lembre-se da bondade de Deus

Apesar de todas as minhas preocupações e dificuldades, não consegui sair do outro lado? Nenhuma dessas coisas me destruiu nem jamais me vi fora do alcance do amor de Deus. Como Paulo disse: “A perseverança [produz] um caráter aprovado; e o caráter aprovado, esperança.”1 Quando paro para me lembrar da vontade de Deus, me coração se enche com essa verdade e minha perspectiva se torna novamente de gratidão.

1. Romanos 5:4 NVI

Marie Alvero

Marie Alvero foi missionária na África e no México. Vive atualmente com seu marido e filhos a Região Central do Texas, nos EUA.  

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.