Sentimento indescritível

Sentimento indescritível

Lá estava ele, à porta, saltando de alegria, latindo e abanando a cauda, como se dissesse: “Ele chegou!” Depois de um dia longo e cansativo, recebi as mais maravilhosas boas-vindas do nosso labrador retriever preto.

Aquilo me fez sentir bem. Sorri e dei a atenção que tanto queria o melhor amigo do homem.

Foi quando um pensamento insólito me ocorreu: Será que fico tão entusiasmado quando me encontro com Jesus?

Para ser franco, estou longe disso.

Com certeza, a oração é algo precioso para mim e gosto de estudar a Bíblia, mas comparado àquela tão sincera explosão de alegria do meu labrador, reconheço que meu entusiasmo não é lá essas coisas.

Por que meu cachorro fica tão feliz em me ver? A resposta é tão simples quanto profunda: imagino que seja porque gosta de estar comigo. Sua felicidade não é apenas porque o alimento e o levo para passeios pelo campo, mas vem da vontade que tem de estar comigo.

Quando leio sobre os heróis da fé, percebo neles a mesma atitude. Eram homens e mulheres de Deus que gostavam de orar, tinham prazer de ler Sua Palavra e ansiavam pelo momento que poderiam passar com o Senhor. Amavam estar com Ele cedo de manhã, tarde da noite… e quase constantemente ao longo do dia.

Estaria esse entusiasmo reservado para os grandes heróis da fé? Como ficam os seres humanos medianos como eu?

Eu pensava que era entusiasmado no meu relacionamento com Deus, mas meu cachorro me mostrou que nem tanto.

Às vezes, meu tempo com Deus fica sem graça, pois minhas priorida­des não estão na ordem certa. Nem sempre busco Deus simplesmente para estar com Ele, mas por motivos próprios e egoístas, porque estou triste, solitário, com dificuldades para pagar as contas ou todas essas coisas. Ou seja: preciso algo dEle.

Não é errado pedir a Deus para atender às nossas necessidades e é algo que Ele quer fazer por nós. Contudo, devemos querer passar tempo com Ele porque gostamos. Oswald Chambers ensina que “a meta da oração é nos aproximar de Deus, não necessaria­mente sermos atendidos.”

Quero muito aprender essa lição.

Tenho aprendido muito com meu cachorro. 

Koos Stenger

Koos Stenger

Koos Stenger é escritor freelancer na Holanda. 

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.