A escada dourada

A escada dourada

Tomar decisões raramente é fácil e um dos momentos em que acertar é muito importante é na hora de decidir sobre uma oferta de emprego. Faz alguns anos, minha esposa e eu estávamos em uma encruzilhada. Eu tinha acabado de completar 50 anos e há algo indefinido que acontece em nossa psique na inauguração de cada década de nossa vida. Começamos a entender que não estamos ficando mais jovens nem mais fortes a cada ano.

Minha esposa e eu queríamos novos desafios — mas o problema era decidir onde. Tivemos várias ofertas, mas duas se destacaram: na Califórnia e no Oriente Médio. Agrupamos vantagens e desvantagens em duas colunas e as comparamos. Deu empate. Lemos a Palavra de Deus e passamos o tempo diariamente tentando discernir Seu plano, mas tudo parecia um pouco nebuloso. Havia muitas variáveis a considerar para concluirmos aonde cada caminho nos levaria. Sentíamos a necessidade de algum tipo de orientação direta de Deus.

Um versículo da Bíblia que sempre foi útil em tempos como este é Mateus 7:7: “Pedi e recebereis”. A passagem ensina que se pedirmos pão, nosso Pai Celestial não nos dará uma pedra.

Sem saber para onde ir, durante semanas pedimos orientação a Deus. Éramos como a mulher importuna de uma parábola contada por Jesus, que continuou incomodando o juiz até que este finalmente concedeu o que ela queria.1

A resposta que precisávamos veio na forma de uma imagem clara em minha mente: uma escadaria dourada brilhante que ascendia para a direita. Interpretamos que aquilo indicava a direção na qual devíamos ir. Como vivíamos no Texas na época, o Oriente Médio estava à nossa direita quando olhamos para o planisfério e a Califórnia ficava à esquerda. Acreditamos que a visão era a indicação que pedíamos a Deus e nos baseamos nisso para nossa decisão. Em retrospecto, reconheço que fizemos a escolha certa.

Deus tem um plano para cada vida, como confirmam Suas palavras em Jeremias 29:11– 13: “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês”, diz o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Então vocês clamarão a Mim, virão orar a Mim, e Eu os ouvirei. Vocês Me procurarão e Me acharão quando Me procurarem de todo o coração”.

1. Ver Lucas 18:1–8.

Curtis Peter van Gorder

Curtis Peter van Gorder

Curtis Peter van Gorder é roteirista e mímico. Dedicou 47 anos a realizar atividades missionárias em dez países diferentes. Ele e sua esposa Pauline moram atualmente na Alemanha.

Mais nesta categoria « Entre ventos Espere no Senhor »
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.