De volta ao básico

De volta ao básico

Eu estava na fila do caixa em uma loja e notei que a senhora à minha frente estava usando uma camiseta colorida com um versículo bíblico. Então, quando ela agradeceu ao caixa, disse: “Querida, espero que saiba que Jesus ama você!”

Admiro quem compartilha o amor de Jesus de uma maneira tão espontânea, mas fico na dúvida se esse método seria o mais eficaz para mim. Um dos meus maiores desafios em seguir Jesus é aprender como e quando falar dEle com os outros.

Quero ser “a luz do mundo”1, mas não gostaria de ter uma abordagem estranha, ser motivada pela culpa ou por outro sentimento negativo. Preciso de respostas práticas e úteis; de conceitos que se transformem em hábitos e produzam resultados. Seguem alguns pontos que estão me ajudando a crescer no que diz respeito a compartilhar minha fé:

Ame as pessoas. Jesus disse, “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.”2 Em outras palavras: o que revela que somos seguidores de Jesus não é apenas como tratamos os estranhos, mas especificamente, como nos relacionamos com os outros cristãos. Jesus sabia que qualquer um pode colocar uma fachada e ser gentil com um estranho por pouco tempo, mas o que realmente revela nosso coração é como tratamos aqueles com quem convivemos, as pessoas da nossa casa, da nossa igreja ou da nossa fé.

Não seja hipócrita. Se você é muitas vezes mal-humorado, ranzinza, fofoqueiro ou malvado, é meio difícil soltar um “Jesus te ama” para a pessoa no caixa e esperar que alguém acredite em você. A maioria dos nossos relacionamentos ocorre com aqueles que vemos costumeiramente no trabalho, na escola, em nossos bairros. Se nesses relacionamentos formos habitualmente alegres, carinhosos e prontos para servir, isso terá impacto.

Seja natural. Outro dia, eu estava falando com um dos meus colegas de trabalho, um jovem que tem uma visão de mundo muito secular. No decorrer da conversa, mencionei que geralmente sou voluntária na minha igreja aos domingos. Ele ficou surpreso. “Você não parece ou fala como uma pessoa de igreja”, comentou. Nem todo testemunho precisa ser intenso, e uma conversa informal pode plantar sementes de interesse.

Essas são dicas bastante básicas, mas compartilhar Jesus —independentemente do método— deve ser uma parte essencial de nossas vidas e algo de nosso cotidiano.

1. Mateus 5:14
2. João 13:35

Marie Alvero

Marie Alvero foi missionária na África e no México. Vive atualmente com seu marido e filhos a Região Central do Texas, nos EUA.  

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.