Mantenha a calma e siga em frente

Mantenha a calma e siga em frente

O ônibus em que eu estava se aproximava do hospital onde eu visitaria uma amiga que ali estava internada. Eu estava nervosa e não sabia como sequer a saudar. Sua saúde sempre fora frágil e no ano anterior enfrentou sérios desafios decorrentes de infecções agressivas. Agora, uma cirurgia importante resultou em complicações.

Minha esperança era lhe trazer alguma esperança, mas eu não estava muito confiante. Meu próprio coração estava muito pesado com perguntas e temores, pois a angustiante situação atual de minha amiga e os prognósticos para sua saúde me impediam de pensar em algo verdadeiro e ao mesmo tempo positivo para lhe dizer. A perspectiva de aquela pessoa querida ter uma vida marcada pelo sofrimento anuviava meus pensamentos.

Então o ônibus fez uma curva e me vi diante de um painel vermelho brilhante da Tudor Crown com dizeres em letras brancas: “Mantenha a calma e siga em frente” — o famoso slogan do governo britânico usado na Segunda Guerra Mundial e tantas vezes parafraseado. A marca da grife britânica em letras miúdas na parte inferior da peça a identificava como uma publicidade. Mas eu sabia que ali havia mais do que uma propaganda. Estava certa de que ali havia mais do que uma brilhante obra da mídia. Deus enviara a resposta que meu coração buscava de uma maneira pouco ortodoxa, mas muito efetiva, sem deixar dúvidas quanto à interpretação!

Refletindo na frase no painel, senti a paz de Deus se instalar em meu coração e me ocorreu um versículo bem conhecido: “Tende bom ânimo! Eu venci o mundo.”1 Apesar das circunstâncias deprimentes, eu ainda podia confiantemente manter a calma e seguir em frente, e tentar compartilhar essa mensagem com minha amiga. O Rei está no controle de todos os detalhes de nossas vidas. Por mais sombria que parecesse a situação, minha amiga ainda estava em boas mãos!

E foi quando lembrei também das tantas outras vezes que Deus havia mostrado Seu amor a essa pessoa: médicos competentes, enfermeiras habilidosas e gentis, as orações e apoio de amigos e colegas. Que tolice minha me deixar enredar nos aspectos negativos da situação a ponto de não atentar aos contínuos lembretes da presença de Deus. Espero que por mais tumultuadas que sejam as circunstâncias eu ainda possa confiar na perfeição e fidelidade do amor de Deus, sem que haja necessidade de Ele colocar um painel vermelho gigantesco no meu caminho, para me ajudar a olhar para o céu.

1. João 16:33

Elsa Sichrovsky

Elsa Sichrovsky é escritora freelance. Vive com sua família em Taiwan.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.