Não sozinho!

Não sozinho!

Sobressaltado, acordei no ponto em que devia descer e mal consegui desembarcar em tempo. Infelizmente, só depois da minha consulta ao dentista percebi que deixara o laptop no bonde, no qual, cansado, cochilara! Caramba! Arquivos de trabalho dos últimos 20 anos estavam naquele computador e as unidades de backup junto com ele, na mesma mochila. Todos perdidos!

A sensação de impotência e culpa era devastadora, com um adicional: minha esposa havia me avisado para deixar o notebook em casa. O diálogo daquela manhã ecoava na minha cabeça: “Você pode perdê-lo.” “Eu?!? Claro que não!”

Em seguida, outra voz, que eu chamo de “A Palavra Viva”, manifestou-se: Se Me pedirdes alguma coisa em Meu nome, Eu o farei. Pedi, e dar-se-vos-á. Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que recebestes, e será vosso.1

Nesse dilema, era fácil saber o que pedir. Liguei para o meu amigo Andy, contei-lhe minha situação e oramos juntos para que a mochila com os equipamentos fosse recuperada. Entreguei a situação a Deus, orando “continuamente”, como diz a Bíblia.2 Afinal, era tudo o que eu podia fazer. Ou melhor, eu podia também bater a cabeça contra a parede, gritar de remorso, ou ir para o meu próximo compromisso. Optei pela última alternativa.

Peguei um bonde e fui para o meu próximo destino. Eu ainda estava pensando e conversando com Deus sobre o que tinha acontecido quando vi uma jovem se aproximar do motorista, carregando um objeto familiar! Minha mochila!!! Em êxtase, corri até ela, expliquei o que tinha acontecido e recuperei meu laptop. Agradeci profusamente à jovem e lhe dei um exemplar da Revista Contato, para demonstrar meu apreço.

Segundo meus cálculos, durante minha consulta ao dentista, 33 bondes passaram pela parada na qual desembarquei e tornei a embarcar. Quais eram as chances de eu estar novamente no mesmo carro e encontrar o meu laptop três horas depois de havê-lo esquecido?

Ter fé em Deus não significa que sempre recuperaremos itens perdidos ou teremos todas as nossas orações atendidas do jeito que queremos, mas é a certeza de que Ele estará conosco e nos ajudará a superar nossos problemas. A diferença que a fé faz é que não estamos sozinhos em nossas provações e tribulações, temos um amigo para chamar!

1. João 14:14; Mateus 7:7; Marcos 11:24.
2. Ver 1 Tessalonicenses 5:17.

Curtis Peter van Gorder

Curtis Peter van Gorder

Curtis Peter van Gorder é roteirista e mímico. Dedicou 47 anos a realizar atividades missionárias em dez países diferentes. Ele e sua esposa Pauline moram atualmente na Alemanha.

Mais nesta categoria « Guarde a fé Grande fé »
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.