Como passar por eles

A árvore da tempestade

Se você já sentiu que toda a sua vida foi abalada e você ficou sem saber como chegar ao dia seguinte, inspire-se na história do Carvalho de Turner — uma árvore gigantesca de 16 metros de altura, plantada em 1798 e que pode ser visitada hoje no Jardim Botânico Real Kew, ao Sul de Londres. Nos anos 80, a árvore adoeceu de tal forma que parecia que sua vida chegara ao fim.

A casa de gelo

Eu era bem pequena, quando meu avô me mostrou pela primeira vez a casa de gelo em sua fazenda. Depois que as vacas eram ordenhadas, o leite cru colocado em garrafas esterilizadas que ficavam submersas em água gelada, na casa de gelo. Naquela época, em 1952, a propriedade não dispunha de uma câmara com refrigeração, então aquele ambiente tinha paredes com um bom isolamento e uma porta grossa para evitar a entrada de calor. As garrafas de leite eram mantidas em água gelada em um grande tanque de metal até que, ainda muito cedo, todas as manhãs, as caixas de madeira de garrafas de vidro eram colocadas com grandes pedaços de gelo no caminhão e entregues às casas vizinhas. Leite fresco todos os dias.

Por que sofremos?

É um assunto que a maioria se esforça para não pensar mais que o necessário, mas não há como negar: há muito sofrimento no mundo. Inocentes são mortos, mutilados ou expulsos de seus lares por guerras cruéis e injustas, desastres naturais e catástrofes causadas pelo homem. O câncer, a AIDS e outras doenças ceifam milhões de vidas todos os anos, muitas vezes depois de meses ou anos de aflição. A lista não acaba. “Por que a vida é assim?”, muitos indagam. E aqui cabe ainda outra pergunta que atravessa as eras: “Por que Deus permite o sofrimento?”

Minha alma de quarentena

Não havia percebido o quanto estava ocupada até parar. Nem notara como era importante para mim ir a lugares e estar perto das pessoas até que me vi impedida de fazer essas coisas. Nunca pensara que estava me estressando com as atividades diárias até que, devido às restrições da COVID-19, não havia mais atividades, e tive de ficar em casa.

Superando a tempestade

Lembra-se do relato de quando acalmei o mar? Meus discípulos estavam em pânico, acharam que seu fim era certo. Mas quando recorreram a Mim por ajuda, em vez de considerarem as circunstâncias, Eu os resgatei — apesar das ondas e da tempestade.1

Reflexões sobre as realidades da vida

Por sermos crentes, às vezes podemos ter expectativas irreais sobre nossas vidas. Quando as coisas não correm bem, há uma tendência a nos culparmos, ou sentir que Deus não atende às nossas orações, porque não se importa o suficiente, ou por estarmos fazendo algo errado.

A névoa

Ainda me lembro bem daquela manhã de verão quando acordei de manhã, olhei para fora e tudo estava branco. Esfreguei os olhos, achando que estivesse com algum problema na visão, mas então decidi averiguar o que estava acontecendo. Fui à sacada, desci alguns degraus e me senti no meio de uma nuvem. Dei mais alguns passos e, ao virar, já não sabia onde estava. Sabia que estava a apenas alguns metros da sacada, mas não sabia em que direção ficava.

Solitário?

Estou sentada em uma pracinha em Sarajevo. Não sei por que, mas sempre quis voltar a este país, tão machucado no passado recente. As memórias me inundam os pensamentos. Vinha para cá com meus dois filhos pequenos para que pudessem correr e patinar. Corriam, brincavam, pulavam e gritavam felizes. Eu os olhava, às vezes preocupada, sempre orando pela sua segurança. De vez em quando participava dos jogos ou era juíza das competições.

<Page 1 of 9>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.