Levantamento de peso espiritual

Levantamento de peso espiritual

Um dos exercícios que mais gosto é levantamento de peso. Não faço isso para modelar o corpo, mas só para tonificar meus músculos e manter a forma. E acho interessante como o levantamento de peso ilustra bem nosso crescimento espiritual.

No “levantamento de peso espiritual” temos um treinador incrível. Em Mateus 11:29, Jesus diz: “Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim”. Na minha opinião, o jugo é simbólico de qualquer coisa que fortalece e exercita sua fé e vida cristã. Ele também promete logo depois, em Mateus 11:30, que “o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.1

Em minha vida espiritual, algumas formas de levantamento de peso não me fazem bem. Há cargas e fardos pesados e desnecessários que só me sobrecarregam, não me fortalecem. Podem ser exigências desnecessárias que coloco sobre mim, ou preocupações e ansiedades que não entreguei a Deus. E esses pesos desnecessários podem me afetar não só espiritualmente, mas até fisicamente.

Quando eu tinha 18 anos, minha mãe foi diagnosticada com câncer pela primeira vez. Nunca tinha acontecido nada assim na minha família e ficamos todos muito abalados. Apesar de me esforçar para ser forte e permanecer cheio de fé, por dentro era um poço de preocupações. Estava sempre pensando em possibilidades ruins: e se surgirem complicações e mamãe não aguentar? Como sobreviveríamos à perda dela? E daí por diante.

Preocupei-me tanto que logo adoeci. Peguei gripe e minha temperatura oscilou por vários dias. Então sofri uma convulsão, caí, bati a cabeça e fiquei desmaiado por vários minutos. Felizmente, apesar de ter ficado com um machucado enorme na cabeça, não foi nada sério. Só fiquei em observação no hospital durante a noite.

Quando recebi alta, me pediram para tomar um remédio contra convulsões por um tempo. A medicação me deixava muito cansado. Foi então que ouvi a voz do Senhor, dizendo: “Você está carregando um fardo de preocupações que o está sobrecarregando e deixando doente. Você precisa Me entregar esse fardo e confiar”.

Quando consegui entregar todas as minhas preocupações e temores a Jesus, meu coração se encheu de paz e eu me senti mais leve. Hebreus 12:1 aconselha: “Livremo-nos de tudo que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta.”2 Sempre acreditei que “o que nos atrapalha” mencionado aqui se referia ao pecado ou desobediência. É claro que isso pode nos prejudicar, mas comecei a perceber que até as coisas mais sutis e justificáveis, como estresse e preocupação, podem nos atrapalhar e sobrecarregar.

Certa manhã, durante minha leitura devocional, deparei-me com Habacuque 2:3. Nunca tinha prestado muita atenção nesse versículo, mas naquele momento parecia ter ganhado vida, como se tivesse sido escrito para mim. “A visão aguarda um tempo designado; ela fala do fim, e não falhará. Ainda que demore, espere-a; porque ela certamente virá e não se atrasará.”3

Ali estava, claro como cristal. Eu tinha que entregar toda a minha ansiedade e esperar pelo “tempo designado”, quando tudo seria revelado. Agora, eu me esforço por seguir o conselho em Filipenses 4:6-7: “Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.”4

* * *

Fé não é a habilidade de crer em algo distante em um futuro nebuloso. É simplesmente esperar que Deus cumpra Sua Palavra, e então dar o próximo passo. — Joni Erickson Tada (n. 1949)

Acredito que Deus está cuidando das coisas e que não precisa do meu conselho. Com Deus no comando, creio que tudo dará certo no fim. Por isso, com o que temos de nos preocupar? — Henry Ford (1863–1947)

Confie o passado à misericórdia de Deus, o presente ao amor de Deus e o futuro à providência de Deus. — Santo Agostinho (354–430)

Não fique ansioso quanto ao que possa acontecer amanhã. O mesmo Pai eterno que cuida hoje de você cuidará de você amanhã e todos os outros dias. Ele o protegerá do sofrimento ou lhe dará uma força imbatível para superá-lo. Tenha paz e deixe de lado pensamentos e imaginações ansiosos. — São Francisco de Sales (1567–1622)

1. Mateus 11:30
2. NTLH
3. NVI
4. NVI

Steve Hearts

Cego de nascença, Steve Hearts é escritor, músico e membro da Família Internacional na América no Norte. 

Mais nesta categoria « Um estranho no estacionamento
Copyright 2019 © Activated. All rights reserved.