Construindo boas relações no ambiente de trabalho

Construindo boas relações no ambiente de trabalho

Tenho um vizinho que é um excelente faz-tudo. Faz algum tempo, realizou uns trabalhos em nossa casa, mas se mostrou mal-humorado e difícil de se conversar. Tentei ajudá-lo e dar algumas sugestões, mas ele se irritava e retrucava.

Terminada a empreitada, fiquei muito aliviada por passar um tempo sem vê-lo, mas como sua família vivia longe, convidei-o para celebrar o Natal conosco. Eu me congratulava por repagar sua rudez com bondade e na noite de Véspera de Natal, ele parecia feliz em não se lembrar de nossas diferenças. Então, dias depois, quando voltei a vê-lo, disse-me: “Você me ensinou uma lição.” Finalmente, pensei, mas em vez de me pedir desculpas, afirmou: “Você me ensinou que eu deveria me dar mais valor, como você fez por mim!”

Mais tarde, naquele dia, quando orava sobre a situação, Jesus me mostrou que minha motivação não fora a certa, pois minha gentileza com meu vizinho tinha o propósito de lhe ensinar uma lição. Percebi, contudo, que independentemente das minhas intenções, Deus providenciou para que o bem se fizesse. Nosso vizinho é valioso e deve se sentir amado e reconhecido.

Li que na filosofia japonesa há dois segredos para desfrutar a vida e melhorar a relação com os parentes e no ambiente de trabalho.

O primeiro é estar grato por tudo que acontecer, de bom e de mau. Concentre-se nas coisas boas para criar boas memórias que você poderá guardar para sempre. E louvar Deus, O torna parte disso.

O segundo é: quando estiver em conflito com alguém, encontre nele ou nela algo para elogiar. Continue fazendo isso e evite ser excessivamente crítico. Assim verá a situação melhorar e continuar melhorando a cada dia.

Depois dessa experiência, passei a elogiar meu vizinho cada vez que o via ou pedia sua ajuda com algum conserto na casa, o que acontecia com certa frequência. Comecei a fazer o mesmo com as outras pessoas com quem tenho contato e, para minha surpresa, funcionou.

Vamos tentar descobrir pelo que os outros estão passando, colocar-nos no lugar deles antes de criticá-los e tentar nos concentrar nas suas boas características! Quão melhor seria a vida se procurássemos entender mais uns aos outros! Gentileza gera gentileza e o amor nunca falha!1

1. Ver 1 Coríntios 13:8.
Rosane Pereira

Rosane Pereira

Rosane Pereira é brasileira e missionária de carreira desde 1975. Viúva do também missionário Carlos Cordoba, tem oito filhos e cinco netos. Rosane é professora de inglês e espanhol, tradutora e escritora. É também sócia da Interconnect, micro empresa que combina o serviço de tradução e o ensino de línguas estrangeiras com o turismo e ecoturismo no Rio de Janeiro.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.