1 Coríntios 13 hoje

1 Coríntios 13 hoje

Jesus nos revelou o segredo para a felicidade e harmonia quando disse: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.1 Mas o que isso significa em termos práticos, no dia-a-dia? Uma das melhores explicações pode ser encontrada na Bíblia, em 1 Coríntios 13, o capítulo do amor. Os tempos e os termos mudaram, mas seus princípios permanecem verdadeiros. Leia a seguir como o apóstolo Paulo talvez escrevesse esses ensinamentos hoje.

Se eu falar cinco idiomas e conversar inteligentemente sobre dezenas de assuntos, mas não tiver amor suficiente para evitar fofocar ou menosprezar os outros, então não estarei apenas tagarelando, mas sendo uma influência destrutiva.

E mesmo que eu leia a Bíblia regularmente e ainda que eu saiba partes dela de cor, e mesmo que eu ore diariamente e tenha muita fé e outros dons espirituais, se não tiver amor suficiente para, às vezes, sacrificar alguns de meus desejos pessoais por amor a outros, então toda a minha “espiritualidade” não significa nada.

E mesmo que eu tenha dois empregos para prover para minha família, e ainda que eu faça caridade e seja voluntário para cada projeto comunitário que venha a surgir, se não demonstrar amor e bondade àqueles com quem vivo e trabalho, todo o meu trabalho duro e abnegação não valem nada.

O amor tem um dia cheio, difícil e frustrante no trabalho, mas não fica irritado nem de mau humor. O amor fica feliz pelo outro cara que ganha todas as promoções. O amor não precisa dirigir o carro mais luxuoso, viver na casa mais espaçosa nem ter as últimas engenhocas eletrônicas. O amor não tem que sempre ser o chefe nem ter a última palavra.

O amor não é rude nem grosseiro, não é egoísta, não se queixa nem pressiona as pessoas para obter o que lhe interessa, porque está tão ocupado atendendo às necessidades dos outros, que não tem tempo para se preocupar com as suas. O amor não perde as estribeiras quando as coisas não acontecem a seu modo. O amor é rápido para acreditar no melhor sobre as pessoas e lento para acreditar no resto.

O amor detesta ouvir fofocas e prefere só falar das virtudes e coisas boas que as pessoas fizeram. Busca incansavelmente a verdade e rejeita falsidades — até aquelas que parecem fazer sentido.

O amor está sempre pronto para acreditar nas pessoas e busca o que há de melhor nelas. O amor deseja que outros atinjam o seu potencial pleno e lhes dá todas as oportunidades para que isso aconteça. O amor não perde a paciência, mesmo com aqueles que são lentos para acompanhar o ritmo ou fazer o que lhes cabe. O amor não fica olhando para o relógio quando os outros estão falando.

O amor nunca falha. Eu falho aos outros, e outros podem falhar a mim. Todos podemos nos equivocar, desencaminhar ou nos confundir às vezes. Nossas palavras e ações frequentemente são falhas e nossas ideias brilhantes nem sempre dão os resultados desejados.

Somos frágeis, falíveis, frequentemente tolos e nossa compreensão do mundo em que vivemos, sem mencionar do mundo por vir, na melhor das hipóteses, é apenas parcial.

Mas quando virmos a Deus, tudo fará sentido.

Na verdade, somos infantis na prática do verdadeiro amor, mas Deus pode nos ajudar a superar nossas infantilidades.

No momento não temos a mínima ideia do que realmente se trata o amor e as outras coisas de maior importância na vida. Mas quando vivermos em Seu reino saberemos e entenderemos muito melhor a Deus e ao Seu plano.

Fé em Deus e esperança com base nas promessas da Sua Palavra são virtudes importantes de serem cultivadas, mas o amor é ainda mais importante!

*

O Poder do Amor
Não há dificuldade que o amor não vença; doença que o amor não cure; porta que o amor não abra; obstáculo que o amor não transponha; muralha que o amor não derrube; pecado que o amor não redima. Por mais enraizado que seja o problema, por mais desalentadora que seja a perspectiva, por mais emaranhada que esteja a situação e por mais grave que seja o erro, uma grande dose de amor dissolverá tudo isso. — Emmet Fox (1886–1951)

Conheça o Homem
Se você ainda não conhece o Homem do Amor que tem poder para perdoar o passado, transformar o presente, iluminar o futuro e conceder felicidade eterna, pode encontrá-lO, se fizer a seguinte oração com sinceridade:

Querido Jesus, obrigado por morrer por mim para que eu possa ter vida eterna. Por favor, perdoe-me por tudo de errado e maldoso que fiz. Entre no meu coração, conceda-me a dádiva da vida eterna e ajude-me a conhecer o Seu amor e paz. Obrigado por ouvir e atender a esta oração e por, a partir deste momento, estar sempre comigo. Amém.

1. Mateus 22:39

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.