Um bom começo

Um bom começo

Clark e Mary estavam apaixonados. Ele a pediu em casamento e ela aceitou. Mas a coisa não era tão simples. Clark sabia que para ter um casamento feliz e harmonioso, precisava da aprovação de Clarence e Goldie, pais de Mary — especialmente Goldie. Ele ouvira falar que sogras podem ser... digamos... um pouco difíceis. Então, quando chegou a hora de lhes contar a decisão, Clark se preparou para o pior e esperou o melhor.

“Você percebe que um casamento precisa ser 50-50?” perguntou Goldie para testar Clark.

“Não para nós” — respondeu Clark sem titubear. “O nosso será 60-60!”

E assim foi.

Essa é a verdadeira história de como começou um lar feliz— um lar do qual tive a felicidade de integrar alguns anos depois. É uma história simples, mas contém uma verdade importante: casamentos bem sucedidos e lares felizes (ou quaisquer relacionamentos bem sucedidos, nesse caso) são construídos com pequenas ações diárias de amor abnegado, onde cada pessoa está disposta a dar aquele 10% adicional sem ter o registro de quem deve ser o próximo a doar ou ceder. Não é maravilhoso quando as pessoas são assim com você?

Onde encontrar esse tipo de amor que vai ajudar você e seus entes queridos nos altos e baixos da vida; nos desafios e decepções que vêm com os anos? Na fonte de todas as coisas boas: o próprio Deus. Basta pedir. “Toda boa dádiva e todo dom perfeito é lá do alto, descendo do Pai, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos.”1

1. Tiago 1:17; 1 Timóteo 6:17

Keith Phillips

Keith Phillips

Keith Philips foi editor-chefe da revista Activated (versão em inglês da Contato) por 14 anos, de 1999 a 2013. Ele e sua esposa, Caryn, trabalham atualmente com pessoas sem-teto nos EUA.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.