Dar

Um dia e tanto

Só mais um dia. Só mais um dia. Eu repetia para mim mesma ao caminhar pela ruazinha empoeirada até a entrada do hospital. Ainda era cedo de manhã, mas eu já podia sentir o sol queimando a minha nuca. Meus braços doíam por causa da caixa pesada de medicamentos e outras provisões que levava comigo. Era o quinto e último dia de um projeto de assistência médica gratuita em uma área rural da Nigéria, onde outros membros da Família Internacional e eu ajudavam uma equipe voluntária de médicos e outros profissionais da área médica. Depois de três dias bem compridos andando de um lado para o outro sem dormir muito, eu estava nervosa e só queria voltar para casa. Ao passar pelas longas filas de espera — muitas pessoas chegaram ainda de madrugada para esperar pelo atendimento — tudo que passava pela minha cabeça era um banho e uma boa noite de sono na minha cama. Só mais um dia. Acho que agüento mais um dia.

<Page 5 of 5>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.