Por que você não dá algo?

Por que você não dá algo?

Quando o vi pela primeira vez, senti-me tentado a desviar o olhar. Ele era feio, estava sujo e claramente mendigava. Talvez se eu virasse para o outro lado, ele passaria direto e eu não teria que interagir com ele.

Meu dia não ia bem. Eu morava na França na época, captando recursos para um projeto missionário, por meio da venda de livros em um quiosque; mas depois de várias longas horas de um dia quente, eu tinha feito apenas algumas vendas. Era um daqueles dias!

Como eu não tinha mais nada para fazer, continuei observando o homem. Ninguém lhe dava nada e ele parecia totalmente perdido.

Então ouvi uma vozinha tranquila no meu coração: Por que você não dá algo a ele?

Mas tenho tão pouco — retruquei.

Você tem muito mais do que ele, concorda?

Então algo me ocorreu:

Muito bem. Se alguém comprar algo até ele passar, vou doar para ele o valor da venda.

Achei ter sido uma boa jogada. E sei o que Deus pensou da minha tática, mas aprendi que Ele leva nossas promessas muito a sério.

Eu estava esperando para ver o que ia acontecer, quando um homem se aproximou do meu quiosque, perguntou o que estávamos fazendo, olhou para os livros e pegou o menor de todos, cuja etiqueta indicava custar cinco euros.

“Vou levar este aqui” — disse, ao me entregar duas notas de dez euros.

“Fique com o troco. Deus os abençoe!” — disse com um sorriso e partiu.

Foi então que lembrei do acordo que tinha acabado de fazer com Deus. Naquele exato momento, o mendigo passou na minha frente. Sorridente, entreguei-lhe as duas cédulas.

Atônito, perguntou com uma voz rouca: “Para mim?”

“Sim, acredito que Deus quer que você fique com isto!” De repente, seu rosto brilhou. Pegou o dinheiro com a mão trêmula, agradeceu profusamente e seguiu seu caminho.

Eu vi sujeira e pobreza, mas Deus viu além e encontrou um ser humano.

Tagged sob
Koos Stenger

Koos Stenger

Koos Stenger é escritor freelancer na Holanda. 

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.