O amor é o que há de mais importante

O amor é o que há de mais importante

Todos temos o que aprender e melhorar no que diz respeito a relacionamentos interpessoais. E a Bíblia oferece muitos conselhos úteis sobre o assunto que nos ensinam a trabalhar melhor com os outros, a tratar bem as pessoas e assim por diante. São lições sobre paciência, longanimidade, altruísmo e generosidade, que dão destaque especial ao amor, como o mais importante ingrediente nas relações humanas: “O maior destes é o amor.”1 É o mais importante ingrediente para a boa convivência.

A marca do ministério de Jesus foi o amor e Ele nos diz para copiar Seu exemplo: “Novo mandamento vos dou: Amai-vos uns aos outros. Como Eu vos amei a vós, assim também deveis amar uns aos outros.”2 Como dizer que amamos Deus a quem não vemos, se formos incapazes de amar as pessoas com quem vivemos e trabalhamos todo o tempo? Como afirmar que temos amor por aqueles que jamais vimos, se não o tivermos por aqueles que vemos todo dia?3

Deus coloca certas pessoas em nossas vidas —parentes, colegas de trabalho, supervisores, clientes, vizinhos, etc. Quer gostemos do fato, quer não, e independentemente da afeição que tenhamos ou deixemos de ter por algumas dessas pessoas, Ele nos colocou com elas e é nossa responsabilidade amá-las. Se tivermos dificuldade em nos relacionarmos com alguém, Ele certamente sabe que é algo que precisamos superar, ou não nos teria posto nessa situação. E não se trata de uma missão impossível, ou Ele não a teria designado para nós.

Apenas crescemos e aprendemos quando temos um obstáculo a superar. Portanto, veja a situação como um novo desafio. “O que posso fazer para crescer no meu relacionamento com os outros?” Parte da resposta é crescer no relacionamento com Jesus. Quando fazemos isso, somos mais amorosos com os demais. Se amarmos Deus, amaremos os outros também pois amar as pessoas é uma maneira de Lhe demonstrarmos nosso amor por Ele. Essa é a essência de tudo. O principal propósito da vida é amar Deus e os outros. O amor é o mais importante!

* * *

No final de 1 Coríntios 13, em seu grande discurso sobre o amor, Paulo fala de três virtudes que o cristão deve ter —fé, esperança e amor. E cada uma encerra um paradoxo.

O amor implica o interesse por algumas pessoas, com as quais, muitas vezes, preferiríamos não nos envolver.

A esperança nos dá o poder para ver além das circunstâncias que, de outra fora, seriam casos perdidos.

E ter fé significa sempre acreditar no que não pode ser provado e nos comprometermos com coisas das quais jamais podemos ter certeza.—Philip Yancey

1. 1 Coríntios 13:13
2. João 13:34
3. Ver 1 João 4:20.

Maria Fontaine

Maria Fontaine

Maria Fontaine divide com seu marido, Peter Amsterdam, a administração e orientação espiritual da Família Internacional, uma comunidade de fé dedicada a compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo ao redor do mundo. É autora de diversos artigos sobre a vida segundo a fé cristã. (Os textos escritos por Maria Fontaine usados na Contato são adaptações.)

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.