Abi May

Abi May (também creditada como Chris Hunt) foi contribuinte da Contato na Grã-Bretanha.

Gratidao dos cinco sentidos

Cada dia é repleto de momentos felizes pelos quais podemos dar graças a Deus, se fizermos uma pausa para reconhecê-los. Este exercício de gratidão se baseia no que percebemos com nossos cinco sentidos.

Visão: Muitas coisas são belas ao olhar, sejam paisagens naturais, árvores ou flores, criadas com grande arte e destreza arquitetônica, o reencontro com um amigo ou avistar nossa casa depois de um período de ausência. Que prazeres o esperam nesta jornada? Agradeça a Deus por eles.

Mantenha Deus no contexto

A paz não vem da ausência de tribulações, mas da presença de Deus. —Autor anônimo

[Que] a paz de Deus domine em vossos corações. —Colossenses 3:15

Pode parecer impossível a paz reinar no seu coração quando a mente está a mil por hora com os estresses da vida cotidiana. Contudo, essa é a promessa de Jesus: “Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou. […]Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”1

Um dia de cada vez

A vida é muitas vezes retratada como uma viagem. Um passo de cada vez, um dia de cada vez, seguimos por uma estrada que é só nossa. Apesar de às vezes compartilharmos nossas alegrias e tristezas com outras pessoas, não há duas viagens que sejam iguais. Temos em comum, entretanto, a possibilidade de contar com um companheiro e conselheiro que sempre estará conosco. Deus diz: “Clama a Mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes” e “Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir.”1

Se você analisar o trecho da viagem correspondente ao ano passado, em particular as partes em que enfrentou dificuldades, provavelmente verá situações que poderiam ter sido melhores se você tivesse pedido a orientação de Deus e seguido pelo caminho que Ele indicou. Mas não se preocupe. Este é um novo ano cheio de possibilidades inéditas.

Abra a porta

O foco visual deste exercício espiritual é a mais famosa obra do pintor britânico William Holman Hunt (1827-1910), “A Luz do Mundo.”

Vemos aí uma única pessoa, Jesus. Já havia ressuscitado, veste uma túnica branca, traz na cabeça uma coroa de espinhos e está revestido de luz. Jesus era muito mais que um bom homem ou um professor sábio: era Deus em carne.

“Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”1

Permita-se deslumbrar

Imagine uma criança com um presente de aniversário ou de Natal. Cheia de entusiasmo, rasga o papel de presente para descobrir o que ganhou. Com olhos arregalados e um grito de alegria, revela o novo brinquedo. Talvez abrace a nova boneca ou vá “dirigir” seu caminhão de brinquedo pela sala.

É uma ilustração simples do senso de deslumbramento sobre o qual lemos nos Salmos:

O céu noturno

Duas coisas que constantemente me enchem de admiração, quanto mais nelas reflito: os céus estrelados lá fora e a lei moral aqui dentro.—Immanuel Kant1

Este é um exercício para ser feito à noite, preferencialmente com o céu límpido, quando as estrelas e a Lua estão claramente visíveis. Ao ar livre é melhor, mas, se não for possível, pode ser feito de uma janela.

Recuperando o foco

A vida é cheia de momentos ocupados, tarefas e responsabilidades conectados ao trabalho, familiares, amigos ou aos afazeres domésticos. Os momentos se transformam em horas que se acumulam para formar dias que somados geram semanas e anos. Parece um fluxo interminável de coisas que precisam ser feitas. Então você acorda um dia e se sente perdido. Para onde está indo? É difícil manter um senso de direção quando sua visão está anuviada.

Este exercício espiritual pode ajudá-lo a recuperar o foco. Sente-se em um lugar quieto e acompanhe a história do cego em Betsaida:1

Tamanho não é documento

Na Bíblia encontramos orações que são longas súplicas,como a feita na dedicação de Salomão, com cerca de mil palavras1 ou a mais longa na Bíblia, no livro de Neemias2. Há também a sucinta “Senhor, salva-me”, proferida por Pedro, quando se viu em risco de afogamento3. Obviamente, a brevidade do clamor do discípulo não foi de forma alguma uma barreira para que fosse atendido, pois Jesus o resgatou. Muitas orações na Bíblia, ainda que não tão curtas quanto a de Pedro, são bastante breves. O próprio Pai Nosso tem umas 70 palavras, dependendo da tradução.4

A Bíblia tem relevância?

A Bíblia é muito mais que a história das interações de Deus com indivíduos, povos e com a humanidade, intercalada com numerosas profecias sobre os eventos futuros. Também foi escrita para agora —seja “agora” 112 d.C., 1112 d.C. ou 2012 d.C.

Que orientação, consolo ou confiança a Bíblia tem a oferecer? As seguintes preocupações e problemas tratados no Livro são pelo menos muito parecidos com aqueles com os quais lidamos hoje.

12 dicas para a boa alimentação espiritual

Assim como comer corretamente é essencial à saúde física,devemos alimentar adequadamente nossos espíritos para permanecermos saudáveis e crescermos espiritualmente. Isso fazemos lendo ou ouvindo textos bíblicos e outros materiais que edificam a fé. Estas são algumas dicas testadas e provadas para aproveitar ao máximo esses momentos.

1. Escolha quando e por quanto tempo. Tente separar pelo menos 20 minutos diários para a leitura da Palavra de Deus com o propósito de alimentar o seu espírito. Dificilmente menos tempo que isso lhe renderá resultados reais se não absorver e refletir no que lê. Se não conseguir adquirir esse hábito, experimente fazer isso três ou quatro dias por semana. Qualquer que seja sua decisão, determine uma meta, pois será mais fácil alcançá-la se definir uma hora específica e incluir na sua rotina.

<Page 6 of 12>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.