Ariana Andreassen

Ariana Andreassen (publica também com o nome Ariana Keating) tem três filhos e é professora na Tailândia. 

A luz eterna

Eu tinha seis anos quando, na época de Natal, a professora ensinou para a turma um poema intitulado “Onde Jesus Nasceu”, contando a história de três meninos que foram visitar Jesus: um era cego; o outro, mudo; e o terceiro, coxo. Apesar de suas dificuldades, ajudaram-se mutuamente até chegarem à manjedoura onde Jesus Se encontrava. Então, Deus concedeu a cada garoto um presente de Natal especial: cura.

Feliz dia novo!

Na maioria dos países, a chegada do ano novo é celebrada no primeiro dia de janeiro, um costume que, por eu ter sido criada na Europa, achava que fosse universal. Mas no Camboja, onde morei por três anos, comemora-se o Ano Novo três vezes ao longo dos 365 dias.

A primeira comemoração é a internacional e acontece em 1º de janeiro, famosa pelas festas até tarde da noite e pelas ressacas na manhã seguinte.

Depois, vem o ano novo chinês, que acontece em janeiro ou fevereiro. É um momento para soltar fogos de artifício, visitar parentes e queimar dinheiro de mentira em honra aos ancestrais.

Correção de foco

Quando estou sem óculos, é difícil ver qualquer coisa que esteja a menos de meio metro. Mais longe que isso, tudo fica nublado. Uso óculos há 20 anos e quando me encontro em uma situação em que não posso ou não quero usá-los, não percebo boa parte do que está à minha volta.

Uma vez, meu marido e eu estávamos saindo do salão de cabelereiro, quando, do nada, Mike começou a falar de uma amiga nossa. Não foi “do nada”. Ela também estava no salão, mas minha área de foco é de tal forma limitada que não a vira.

Alcance o prêmio

Não sei como uma elefanta aguenta 22 meses de gestação.Passei por duas gravidezes, e nove meses é mais do que o suficiente para mim. Nas últimas semanas, eu só queria que o bebê nascesse, mas quando eu estava passando pelas agonias do parto, parecia que meu sofrimento não teria fim.

Cerca de 30 minutos antes de Lisa, minha caçula, nascer, eu estava prestes a desistir. Mas me segurei um pouco mais e lá estava ela, minha recompensa!

Comece cedo

Meu filho, Anthony, é um menino inteligente e ativo e, aos três anos de idade, simplesmente adora aprender. Faz pouco tempo, só queria conversar sobre relâmpagos. Parecia que jamais se cansava de falar de tempestades, de como os prédios às vezes pegam fogo quanto atingidos por um raio e tudo mais. Quando começou a montar esses cenários usando os bonequinhos do Playmobile e as peças do Lego, procurei orientar seus pensamentos e energia para um lado mais positivo, ensinando-lhe sobre como Benjamin Franklin havia inventado o para-raios para evitar essas catástrofes.

Viciada em oração

O evangelista britânico do século 19, Charles Spurgeon, fez uma afirmação que, a meu ver, define o papel de um cristão no tocante à oração: “Da mesma forma que os artistas se devotam às suas obras e os poetas aos seus interesses clássicos, temos de nos dedicar à oração.”

Devo admitir, entretanto, que houve momentos em que tive dificuldade de manter uma vida de oração ativa como deveria. Não que eu não quisesse orar — pelo contrário —, mas era difícil ser leal às minhas boas intenções. Parecia que sempre que eu tentava falar com Deus, minha mente era invadida por diferentes pensamentos e, em pouco tempo, eu me encontrava envolvido em outras coisas.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.