Mário Sant’Ana

Mário Sant’Ana é editor da revista Contato desde sua primeira edição, em 2001. Mário é fundador e diretor do Projeto Resgate, uma organização sem fins lucrativos em Joinville, SC.

Vencedores

Na infância, eu detestava perder em qualquer tipo de jogo. Não foi fácil aceitar que nem sempre eu conseguia tirar o número mais alto ao jogar dados, converter em gol todos os pênaltis que batia, ou ganhar todas as partidas dos jogos de baralho. Hoje em dia, ainda prefiro ganhar a perder, mas não a todo custo e fico feliz quando, mesmo não sendo o vencedor, sei que dei o meu melhor. Quando meu caçula tinha uns quatro anos, queria competir em tudo comigo — desde quem subia a escada mais rápido a quem fazia o elogio mais bonito para a mamãe. Hoje, aos 12 anos, ele felizmente se mostra bem mais maduro nesse aspecto do que eu era aos 24.

O melhor investimento

Há algum tempo, deparei-me com uma citação atribuída a Confúcio, e se encaixa no tema desta edição sobre o desenvolvimento das pessoas e a importância de aprender: “Se você planeja para um ano, plante arroz. Se você planeja para dez anos, plante uma árvore. Mas se você planeja para cem anos, eduque uma criança.”

A busca pela verdade

Enquanto Jesus viajava pela Palestina levando Sua mensagem de perdão e amor de Deus, “Siga-me” foi um convite que fez a muitos, como nesta passagem no Evangelho segundo Mateus:

Um tipo diferente de saúde

O primeiro bilionário foi o magnata dos negócios John D. Rockefeller (1839–1937). Conquistou seu primeiro milhão de dólares quando tinha apenas 23 anos e o primeiro bilhão aos 50. Estima-se que seu patrimônio líquido, tenha atingido, em valores de hoje, 418 bilhões em dólares, pelo que é considerado, de longe, o americano mais rico de todos os tempos e a pessoa mais abastada da história moderna.

Passo a passo

É bem conhecida a história sobre um homem que, ao caminhar na praia ao pôr do sol, notou ao longe um menino que, repetidamente, abaixava-se para pegar algo da areia e jogar no mar.

Ao aproximar-se e ver que o garoto devolvia estrelas-do-mar para a água, o homem perguntou o que o rapaz estava fazendo.

Um Deus imutável em um mundo em transformação

Algo que parece estar acima de qualquer discussão é que as pessoas mudam com o tempo. Enquanto muitos não gostam disso, há gente ansiosa por mudanças, como a escritora de autoajuda Karen Salmansohn, que disse: “E se eu lhe dissesse que, daqui a dez anos, a sua vida seria exatamente a mesma? Duvido que isso o deixaria feliz. Então por que você tem medo de mudança?

Uma história de amor

Na Bíblia, Deus muitas vezes usa metáforas ou alegorias para descrever nossa relação com Ele. Falou do pastor e suas ovelhas; do pai e seu filho; da videira e seus ramos; da noiva e seu noivo.

Embora a Bíblia contenha 66 livros, é comum os comentaristas observarem que se trata de apenas um livro, com um tema central e um enredo coerente. É uma história de amor e como tal, tem um começo, altos, baixos e uma conclusão dramática.

Por que sofremos?

É um assunto que a maioria se esforça para não pensar mais que o necessário, mas não há como negar: há muito sofrimento no mundo. Inocentes são mortos, mutilados ou expulsos de seus lares por guerras cruéis e injustas, desastres naturais e catástrofes causadas pelo homem. O câncer, a AIDS e outras doenças ceifam milhões de vidas todos os anos, muitas vezes depois de meses ou anos de aflição. A lista não acaba. “Por que a vida é assim?”, muitos indagam. E aqui cabe ainda outra pergunta que atravessa as eras: “Por que Deus permite o sofrimento?”

O plano

Talvez você tenha ouvido a história de um jovem cujo erro custou um milhão de dólares à empresa em que trabalhava, o que o deixou sobrecarregado de estresse e preocupação. Alguns dias se passaram e, como era de se esperar, seus superiores o chamaram para uma conversa:

“Gastamos um milhão de dólares no seu treinamento. Esperamos que você não esteja pensando em pedir demissão!”

Retrospectiva e perspectiva

Nos últimos anos, a Contato trouxe aos seus leitores artigos descrevendo pequenas cerimônias que seus contribuintes costumam realizar por ocasião da virada do ano. Algumas reúnem amigos para refletir sobre o ano que termina e compartilhar esperanças e ideias para o vindouro.1

<Page 1 of 16>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.