As melhores coisas

As melhores coisas

“As melhores coisas na vida não são coisas.” É bem provável que seja familiar com essa famosa frase do humorista americano Art Buchwald1: Essa máxima costuma vir à minha mente quando me sinto tentado a comprar algo que vejo em alguma peça publicitária, ou trocar algum aparelho por outro mais novo. Confesso que, às vezes, acabo cedendo, mas o pensamento de Buchwald me ajuda a pelo menos considerar alternativas à compra do item em questão.

No século 21, não é fácil viver com simplicidade. Somos frequentemente assediados por “ofertas imperdíveis” e a volatilidade tecnológica faz com que muitos produtos se tornem obsoletos pouco depois de lançados, bem antes de termos condições de comprar a novidade.

Entretanto, o acúmulo de coisas não se traduz em satisfação. “A vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens”,2 disse há uns dois milênios o maior mestre das frases curtas.

No fim, a felicidade costuma vir de prazeres simples que, infelizmente, estão sujeitos a ser ofuscados quando nos deixamos seduzir pelos supérfluos, ou quando os ignoramos na corrida louca da vida. Um segredo para uma vida mais feliz é aprender a se contentar com o que se tem, dando graças a Deus e usando Suas bênçãos com sabedoria.3

1. 1925–2007
2. Lucas 12:15 NVI
3. Ver Filipenses 4:11–12.
Mário Sant’Ana

Mário Sant’Ana

Mário Sant’Ana é editor da revista Contato desde sua primeira edição, em 2001. Mário é fundador e diretor do Projeto Resgate, uma organização sem fins lucrativos em Joinville, SC.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.