Missão: cuidar

Missão: cuidar

Por vários anos, cuidei de pessoas que me eram próximas. Ajudei amigas enquanto enfrentavam doenças sérias e fui cuidadora em tempo integral de minha mãe, que faleceu em 2009, vítima de câncer.

Durante esse tempo com minha mãe, recebia uma pensão de cuidadora, com a qual me sustentei, mas nunca sobrava muito. Viver com um orçamento limitado e uma renda fixa me impôs muitos desafios, mas nunca foi um grande problema para mim. Tenho preferências simples: gosto de nadar, caminhar e andar de bicicleta. De vez em quando, como fora, visito amigos e gosto bater um bom papo enquanto desfruto uma taça de vinho, tomo uma cerveja, saboreio um churrasco, ou assisto ao pôr-do-sol.

Vivo em um lugar maravilhoso, a vinte minutos da cidade e a três quadras da praia, onde posso caminhar ou pedalar por quilômetros. A estação ferroviária fica a cinco minutos de distância, assim como uma rua principal com lojas, supermercado, biblioteca, centro comunitário, áreas para piquenique, píer e cafeterias simpáticas que servem um cheesecake imbatível. É onde tenho escrito o atual capítulo da minha vida e me sinto abençoada por estar aqui.

Ao cuidar das pessoas que amo em seus momentos de provação, encontrei desafios emocionais nada fáceis. Houve vezes em que desejei ter algum dinheiro a mais, mas nunca me faltou nada. Viver com uma entrada fixa me levou a avaliar o que realmente preciso. Afinal, quantos pares de sapato necessito? Não tenho uma casa própria, mas meu aluguel é razoável e não tenho dívidas.

Em minha vida de cuidadora, descobri que tranquilidade e paz são muito mais importantes do que uma vida de lazer e muito dinheiro. Não há nada que pague a certeza de se estar no lugar certo fazendo a coisa certa e que fiz tudo ao meu alcance pelo outros. De nada me arrependo.

Louisa Rose Watson

Louisa Rose Watson é professora de pré-escola. Vive atualmente na Austrália. 

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.