Qual é a sua fonte?

Qual é a sua fonte?

Você alguma vez experimentou colocar um talo de salsão em água com corante? Caso nunca tenha feito isso, o que acontece é que ele começa a mudar de cor à medida que vai absorvendo essa água. Leva uns dias para a mudança ser visível, mas logo a verdura ficará da cor do líquido em que está mergulhada. O mesmo ocorre quando em contato com pesticidas e outros venenos presentes no ar ou no solo.

Algo semelhante acontece com nossos espíritos. Somos influenciados — para melhor ou para pior — pela nossa fonte de alimentação ou input, e aquilo a que nos expomos. Recebemos um enorme volume de input que chega pela Internet, pelos filmes, pela música, pelos livros e pelas pessoas com quem interagimos. Isso é óbvio. Como isso ocorre e seus efeitos, entretanto, não são tão óbvios como o fenômeno descrito envolvendo o salsão.

Algumas coisas parecem inofensivas, ou até boas, mas podem produzir efeitos nocivos. Outras podem ser perfeitamente agradáveis, ser, de fato, inofensivas, e até alimentar nossa mente, melhorar nossas habilidades e aumentar nosso conhecimento. Mas não trazem ao espírito os elementos que ele precisa para se desenvolver.

O rei Salomão foi um dos homens mais ricos do mundo no seu tempo. Tinha acesso a praticamente qualquer coisa que quisesse, e pelo visto experimentou praticamente tudo que sua riqueza podia lhe proporcionar, mas no final exclamou tristemente “Nada faz sentido!”1

É por isso que Jesus nos diz para permanecermos nEle, para ser nossa fonte.2 Ele nos oferece a água da vida — a única que nunca vai deixar nosso espírito sedento. Lemos no primeiro salmo que aqueles que se deleitam nos caminhos de Deus e em Sua palavra “são como árvores que crescem na beira de um riacho; elas dão frutas no tempo certo, e as suas folhas não murcham. Assim também tudo o que essas pessoas fazem dá certo.”3

Que nossas raízes cresçam firmes às margens dos rios de água viva.

1. Eclesiastes 1:2 NTLH
2. Ver João 15:5.
3. Salmo 1:3 NTLH

Marie Story

Marie Story

Marie Story (publica também como Marie Péloquin) reside na cidade de San Antonio, Texas, onde trabalha como ilustradora freelance e é conselheira voluntária em uma organização de apoio a pessoas em situação de rua.

Mais nesta categoria « Você é o que você “come”
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.