O mistério de “menos”

O mistério de “menos”

Já sentiu que, para atender às suas próprias expectativas e às dos outros, você teria que trabalhar incansavelmente, ignorar o cansaço, não dar bola para o estresse — e mesmo assim não chegaria lá? As demandas sempre vão superar os recursos. Só pensar nisso é estressante, mas é exatamente sob este signo que passamos a maior parte do tempo.

“Gerenciamento de estresse” é um termo que todos conhecemos. Indica que o problema sempre será uma parte de nossas vidas e nos resta aprender a administrá-lo melhor. Hoje trago a dica de gerenciamento de estresse que vai deixar todas as outras na poeira: Faça menos.

Digitar essas palavras foi em si uma experiência estressante. Para mim, a ideia de não poder fazer tudo gera ansiedade. Mas a quem estou enganando? Obviamente não posso fazer tudo. Sei disso, mas acho que meu mantra tem sido fazer o máximo possível, nunca fazer menos. Que pensamento bizarro!

Recentemente, concentrei-me em um plano financeiro para “gastar menos”. Reduzimos nossas despesas radicalmente por um tempo, para aprendermos que é possível viver com menos. Na verdade, menos criou mais. O dinheiro que não gastamos começou lentamente a se acumular em nossa conta bancária, algo inédito para nós. Começamos a ter dinheiro antecipado para despesas, em vez de ter que fazer o maior jogo de cintura para não entrar no vermelho. Foi realmente incrível.

Foi quando comecei a pensar se esse conceito poderia ser aplicado a outras áreas que geram estresse na minha, tais como, a maneira como gasto o tempo. O que aconteceria se eu assumisse menos compromissos? Iria sobrar ou faltar?

Jesus disse algo que acredito que se encaixa aqui: “O meu jugo é suave e o meu fardo é leve.”1 Ele certamente não era alguém que vivia correndo de um lado para o outro — muito pelo contrário. Presumo que Ele vivia cercado por pessoas que, mesmo naquela época, corriam de um lado para o outro tentando fazer tudo: pais chamando as crianças para o jantar, empreendedores querendo abrir empresas, sacerdotes tratando de cumprir com todos os seus deveres, servos se esforçando para dar conta de uma carga de trabalho excessiva e a lista não tem fim.

Mas aí vem Jesus e diz: “Venham a Mim… e Eu lhes darei descanso.”2

Cada vez que você se sentir tentado a fazer mais, assumir outra coisa e avançar com mais ímpeto, faça como eu: pare um minuto para perguntar a si mesmo (e a Jesus) o que aconteceria se, em vez disso, você fizesse menos. Haveria algum problema? O que seria “fazer menos” nesta situação?

Suspeito que, como eu, você aprenda algo e encontre mais espaço e descanso.

1. Mateus 11:30
2. Mateus 11:28–NVI

Marie Alvero

Marie Alvero foi missionária na África e no México. Vive atualmente com seu marido e filhos a Região Central do Texas, nos EUA.  

Mais nesta categoria « Pacote anti-estresse
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.