A vida

Comer, orar e ficar juntos

Não faz muito tempo, os membros de nossa família tinham rotinas diferentes e, por isso, raramente comíamos juntos. Parecia que estávamos nos afastando uns dos outros, um sentimento ruim que se intensificou quando um amigo italiano me ensinou sobre a alegria de “partir o pão” juntos.

Necessidades diárias

Quando Jesus ensinou aos Seus discípulos a orar, deu-lhes uma oração modelo que incluía apenas uma necessidade física — “O pão nosso de cada dia nos dá hoje.”1 No restante da oração, encontram-se louvores a Deus ou pedidos por dádivas espirituais ou bênçãos para que possamos agradá-lO e servi-lO melhor. A petição pela provisão de algo material foi uma forma de reconhecer que vivemos em um mundo físico e mostrar que Deus quer nos atender também nessa esfera, mas não é só isso.

Todos vencedores

Ninguém gosta de perder, seja no que for. Afinal, vencer é bom. Felipe, meu filho de cinco anos, é incrivelmente competitivo. Quer sempre chegar primeiro, ser o mais rápido, o mais forte e vencer em nossas lutas de faz-de-conta. À mesa do almoço, quase diariamente desafia a mim e ao irmão mais velho a “dizer a coisa mais linda para a mamãe”. Então ficamos dizendo coisas bonitas para ela, que tem de decidir a cada round, quem venceu. O empate é o resultado mais frequentemente declarado, mas ele compete mesmo assim.

Não inclui acessórios!

Em geral, os comerciais dão destaque a mais de um item em promoção. Uma publicidade de uma piscina inflável, por exemplo, pode mostrar uma família feliz se divertindo para valer na água. Mas quem compra a piscina recebe também uma família feliz?

Vivendo o sonho

“Preciso de dinheiro — muito dinheiro!”— disse meu amigo enquanto mexia o café à mesa de nossa cozinha.

“Por quê?” — perguntei um pouco surpreso. Afinal, ele não era pobre e parecia ter tudo que precisava para ser razoavelmente feliz.

Uma alternativa plausível

Conheci Ivan em 1995, enquanto arrecadava donativos na Itália para os campos de refugiados na Croácia e na Bósnia. Lembro-me do seu sorriso afável e aperto de mão caloroso.

Voltei a vê-lo alguns anos depois. Ele nos ligou para oferecer algumas caixas de roupas que havia reunido e fomos até sua casa, onde conhecemos sua esposa, Francesca, e seus dois filhos. A partir daí, ficamos em contato e aprendemos muito uns com os outros.

Amor não se compra

Nos anos 60, os Beatles, em seu sucesso “Can’t Buy Me Love” (Não pode me comprar amor) se valeram de uma verdade já batida. Eles poderiam também ter cantado “O dinheiro não pode comprar a verdade, a felicidade e a tranquilidade”, pois não são itens que estão à venda. Essa verdade simples, contudo, não é facilmente praticada por muitos.

Viva o presente!

Já foi dito que o dia de hoje nos oferece uma oportunidade maravilhosa, crucificado entre dois ladrões: o ontem e o amanhã! Hojesim, este dia é o que temos de mais precioso.

<Page 7 of 11>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.