Controle?

Controle?

Como muitos, comecei o ano passado cheia de esperanças e um plano. 2020 prometia e pensei que tinha algum controle sobre a direção que minha vida seguiria nos doze meses que tinha diante de mim. Meus planos incluíam uma longa viagem para ver parentes no início da primavera, pequenas melhorias na casa, fazer uma poupança, férias com a família, etc.

Mas então, o mundo mudou e a nova realidade roubou a cena!

Já pensei muito no tema de mudanças, no contexto de reconhecer a necessidade de mudar e me comprometer a fazer uma mudança, mas e as mudanças que nos são impostas? Uma guerra, um divórcio, um diagnóstico de uma doença em fase terminal, uma perda —mudanças importantes às quais até os mais resistentes são forçados a se adaptar. Como lidar com uma mudança que você não quer de jeito nenhum? O que você permite mudar e o que você luta para manter como está? E ao que você recorre enquanto as coisas estão fora de controle?

Você pode ter ouvido o ditado “Todas as coisas mudam, mas Jesus nunca.” Como esposa, mãe, irmã, filha, amiga, dona de casa, funcionária e uma pessoa saudável, financeiramente estável e livre, não gosto da ideia de que as coisas mudem sem meu consentimento. O que acha disso?

Se 2020 me mostrou algo, é quão minúscula é minha habilidade de controlar seja o que for; e o quanto minha felicidade tem sido realmente uma satisfação derivada de controlar “meu mundo”. Isso é difícil de lutar, pois as coisas que estou tentando controlar e proteger são boas, bonitas e devem ser protegidas, como minha família, nossa casa e entes queridos, etc. Mas, em última análise, controlo pouca coisa além de meu próprio coração, mente e ações.

Adoro ler as epístolas na Bíblia. Em uma exortação sobre questões de grande abrangência como a perseguição e outras dificuldades que ele e a igreja sofriam, Paulo sai com frases como esta: “Não andeis ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e pela súplica, com ações de graças, sejam as vossas petições conhecidas diante de Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e as vossas mentes em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”.1

Simples assim.

1. Filipenses 4:6–8

Marie Alvero

Marie Alvero foi missionária na África e no México. Vive atualmente com seu marido e filhos a Região Central do Texas, nos EUA.  

Mais nesta categoria « O plano Sem remorsos »
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.