Minha vida. Minhas decisões. Meu futuro.

Minha vida. Minhas decisões. Meu futuro.

Todos provavelmente já ouvimos estes pensamentos:

O mundo é a sua ostra.
Não há limites.
No meu dicionário, não existe a palavra impossível.
Nunca desista.
Se você pode sonhar, consegue fazer.
A melhor maneira de conhecer o futuro é criá-lo.
Sucesso é 1% inspiração e 99% perspiração.

Parecem bons pontos, mas no final eu estava pensando: “Legal, mas…” Então lembrei que a Palavra de Deus nos diz coisas muito semelhantes:

E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.”1
E o meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo a Sua gloriosa riqueza em Cristo Jesus.2
E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra.3
Ele não duvidou da promessa de Deus, deixando-se levar pela incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus, estando certíssimo de que o que Ele tinha prometido também era poderoso para cumprir.4
Enquanto buscou o Senhor, Deus o fez prosperar.5

Tenho um relacionamento pessoal com Jesus. Sei que Deus me ama. E tenho a fonte da verdade nas mãos que é a Bíblia e outros textos inspirados na fé em Deus. Acredito que tenho muito a oferecer ao mundo, e deveria aproveitar as vantagens e muitas oportunidades que se me apresentam para servir, retribuir, encontrar realização e traçar um caminho rumo a um legado que dará orgulho aos meus amados e a Jesus.

Então por que às vezes a minha “realidade” não é assim? Há ocasiões em que me sinto pequena, preterida, perdida, sem rumo. No meu íntimo, sei que sou abençoada, tenho conhecimento, entendimento da fé e valiosos dons espirituais. Mas, às vezes, não consigo combinar tudo para aproveitar ao máximo esses dons.

Quanto mais me sinto assim, pior fico, até chegar a um ponto em que começo a me perguntar se algum dia ainda encontrarei o caminho para uma vida melhor, um relacionamento mais profundo, um estilo de vida mais saudável. Quando me sinto travada ou incerta quanto à minha condição atual, pode ser confuso ou frustrante tentar “consertar”, ou sequer saber por onde começar.

Então cheguei a uma conclusão que tem me ajudado: Esta é a minha vida, e eu determino como ela vai ser.

Percebi que nem mesmo Deus pode viver por mim; tenho de assumir a responsabilidade pelas minhas decisões.

Fiz uma lista de alguns obstáculos que me puxam para trás e me travam.

Inércia. Continuar agindo automaticamente é mais fácil do que mudar. Escolher e seguir a trajetória da minha vida exige energia, sacrifício e movimento. Sei que sem determinação e foco continuarei na vidinha de sempre.

Medo. Medo de errar, de ficar constrangida, do sucesso, do fracasso, de ter de trabalhar demais. Tanto medo paralisa. Acho que o temor nos faz acreditar que a nossa situação poderia piorar e, portanto, não vale a pena arriscar mudar.

Procrastinação. Deixar para depois é a receita perfeita para a estagnação.

As expectativas de outros. A opinião dos outros pode me impedir de efetuar mudanças e me aventurar em território desconhecido. Tento me concentrar no fato de que vou estar diante de Deus sozinha. Não serei julgada ou abençoada de acordo com o que outros achavam que eu devia ter feito. Deus vai considerar o que eu efetivamente fiz, como conduzi a minha vida. Em última análise essa responsabilidade é só minha, de mais ninguém.

Falta de clareza. Algo lhe diz que precisa mudar. Você sente inquietude e desconforto. Seu sexto sentido lhe diz que o Senhor tem algo novo e melhor reservado para você, mas como não sabe ao certo em que direção deve seguir ou o que fazer, você espera. Já passei por isso. Acho que o segredo é fazer algo, pois conforme avançamos, as coisas ficam mais claras.

É preciso coragem para seguir Deus.

É preciso coragem para tomar decisões e mudar.

É preciso coragem para assumir riscos.

É preciso coragem para alinhar a vida às nossas mais nobres aspirações, em vez de sucumbirmos à mediocridade.

É preciso coragem para ir mais fundo e nos tornarmos as pessoas que queremos ser, em vez de nos escondermos atrás de justificativas, ou colocarmos a culpa nos outros.

É preciso coragem para viver a verdade e cumprirmos o que Deus espera de nós.

É preciso coragem para ficarmos no rumo e enfrentarmos as tempestades que inevitavelmente surgem depois que decidimos mudar.

Depois que reunirmos a coragem para reconhecer o que precisa mudar, o próximo passo é agir. O hoje é tudo que temos e nossas ações estão criando nossa vida e legado.

Estes são os desafios que tenho diante de mim:

Assumir as rédeas da minha vida.
Identificar os obstáculos que estou enfrentando ou o que está me travando.
Ter coragem.
Agir.

Devemos pedir a Deus coragem para agir no sentido do cumprimento de nossos sonhos, podemos ter certeza que não estamos sós. Deus é por nós. Ele não pode viver por mim, mas se eu der um passo na direção certa, Ele fará com que todas as coisas contribuam para o meu bem, em Seu tempo, a Seu modo.6

1. Mateus 19:26 NVI
2. Filipenses 4:19
3. 2 Coríntios 9:8
4. Romanos 4:20–21
5. 2 Crônicas 26:5
6. Ver Romanos 8:28.

Natalie Brooks

Natalie Brooks vive no Texas, onde é escritora freelance.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.