O melhor investimento

O melhor investimento

Há algum tempo, deparei-me com uma citação atribuída a Confúcio, e se encaixa no tema desta edição sobre o desenvolvimento das pessoas e a importância de aprender: “Se você planeja para um ano, plante arroz. Se você planeja para dez anos, plante uma árvore. Mas se você planeja para cem anos, eduque uma criança.”

Há quem garanta que a autoria da frase é de outro filósofo chinês, Guan Zhong, e que a tradução no ensinamento não é muito boa. Talvez, mas a ideia geral é a mesma e, elas por elas, gosto mais da que citei.

Nos últimos 18 meses, nosso mundo tem sofrido com uma pandemia, cuja escala não tem par nos últimos 100 anos. Milhões de pessoas perderam a vida e muitas outras viram reduzidos seus meios de subsistência ou tiveram que lidar com outros problemas relacionados à covid-19. Mesmo os que não adoeceram nem tiveram ninguém próximo que tenha contraído a doença, encontraram nesse tempo de incertezas a oportunidade de repensar suas vidas e até se conectar a um propósito maior.

Em vários países, o fechamento das escolas por períodos significativos permitiu que os pais se envolvessem mais diretamente na educação das crianças. Sou um deles. Tive de revisar temas tão diversos como a divisão com números longos, a temperatura em vários corpos no sistema solar e o filho ilegítimo de César com Cleópatra.

Como disse Confúcio ou Guan Zhong, percebi a importância da educação como um processo contínuo e perpétuo que avança e muito os limites das salas de aula.

Penso, porém, que o ensinamento chinês erra no escopo. Há um investimento ainda maior a ser feito em pessoas de todas as idades: precisamos cultivar corações e almas. É o que fazemos quando escutamos de verdade o que comunicam com palavras ou de outra forma e, principalmente, apresentamos-lhes Jesus, capaz de perdoar o passado, transformar o presente, iluminar o caminho para um futuro de alegria eterna, realização e paz.

Mário Sant’Ana

Mário Sant’Ana

Mário Sant’Ana é editor da revista Contato desde sua primeira edição, em 2001. Mário é fundador e diretor do Projeto Resgate, uma organização sem fins lucrativos em Joinville, SC.

Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.