Adentrando o novo

Adentrando o novo

Já pensou em praticar um novo esporte, aprender a tocar um instrumento musical ou de alguma outra forma sair da sua zona de conforto para fazer algo novo e diferente? Talvez seja um desejo antigo sempre impedido de se realizar por uma coisa ou outra. Bem, deixe-me contar uma história curta e verdadeira.

Há algum tempo, eu estava diante de uma situação muito desafiadora. A pressão no meu local de trabalho era enorme e afetou minha vida pessoal. Senti que precisava de algo que me desafiasse de forma física a ponto de eu simplesmente ficar cansado demais para pensar no meu trabalho e assim ser capaz de relaxar.

Decidi me matricular em uma academia local. Aos 49 anos na época, alguns me considerariam velho demais para começar um regime de fitness. Com certeza, os treinamentos foram cansativos e eu estava tão fora de forma que era difícil fazer uma sequência de três flexões. Mal consegui chegar em casa depois da primeira sessão de treinamento.

Pensei que me sentiria um bobo treinando com pessoas muito mais jovens e atléticas, mas as que conheci enquanto malhava eram amigáveis, tranquilas e extremamente solidárias. O lema delas era: “Nunca desista” e me pareceu que Deus me enviara para lá para fortalecer não apenas meu corpo, mas também meu espírito.

Depois dos três primeiros meses fazendo duas sessões semanais de treinamento, passei a frequentar a academia três vezes por semana e, seis meses depois, passei para cinco sessões semanais. Minha saúde melhorou incrivelmente.

Como eu esperava, os exercícios eram tão intensos que não pensava nos meus problemas enquanto treinava. Não só me sentia mais forte fisicamente, mas meu bem-estar espiritual estava melhorando e eu estava em melhor forma para enfrentar meus desafios.

Com certeza, ler a Palavra de Deus é a melhor maneira de fortalecer nosso espírito, mas Ele também usa outras coisas para nos ajudar. Nesse caso, foi o exercício físico. Deus está sempre do nosso lado, porque nos ama, quer o melhor para nós e deseja nos ajudar a alcançar nossos objetivos. Mas não pode fazer a nossa parte por nós, quer isso seja ir para a academia, pegar aquele violão que você não toca há anos, começar aquele projeto que você está adiando, ou qualquer que seja a situação

O fato é que se eu consegui, você também consegue. Levante-se e comece.

Milutin Bunčić

Milutin Bunčić é professor de inglês, tradutor e intérprete na Hungria.

Mais nesta categoria « Editar a vida Mudar »
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.