As árvores

As árvores

Vivi em uma vila na Tanzânia, onde um antigo abacateiro se tornara um tesouro local. Amada por todos, a árvore cresceu no meio da vila e seus frutos estavam disponíveis para quem os quisessem. Para alguns, havia dias em que seu fruto seria o único alimento.

Um abacateiro pode frutificar por até 15 anos, para o que demanda atenção especial. Para os moradores do lugar, a árvore representava o trabalho feito com amor e paciência, cujo resultado surge aos poucos e perdura por décadas.

O quintal da nossa casa, morada de um carvalho gigantesco cujos galhos abanam o terreno, fornece uma sombra generosa e um deles é perfeito para o balanço que nele instalamos. Quando vendemos a casa, a velha árvore contou como um dos benefícios para o comprador. Hoje moro em um bairro recentemente construído, cujas jovens árvores não oferecem nem sombra nem beleza. Demorará décadas até que mostrem a que vieram.

Comecei toda essa divagação sobre árvores quando lia sobre os frutos do Espírito.1 As virtudes listadas por Paulo resumem o que quero cultivar em minha vida, mas me ocorreu que os frutos nascem em árvores e que árvores demoram para produzi-los.

Acho que é por isso que valorizamos as árvores maduras. Sabemos que demora dezenas de anos para uma árvore se tornar tão grande e produzir tantos frutos. Reconhecemos a necessidade de sermos pacientes com as árvores, mas nem sempre o somos conosco e com os outros, não queremos esperar o tempo para que se produzam os frutos do Espírito.

É possível que se passem muitos anos sem vermos evidência de coisa alguma. Nesses anos, podemos confiar que, enquanto nossas raízes continuarem a crescer e se aprofundarem em Jesus, é uma questão de tempo para que nasçam em nós os frutos do Espírito. Deus não nos apressa. Ele diz: “Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.”2

Esta é uma verdade que estou começando a entender. Não apresse os frutos. Isso vale para mim, para aqueles à minha volta, tanto na esfera pessoal e profissional, e está mudando minha maneira de pensar. Não tenho tanta pressa para colher os resultados porque estou interessado no crescimento. Posso ajudar a produzir o ambiente necessário para o bom crescimento e confiar que Deus produzirá os frutos.

1. Ver Gálatas 5:22–23.
2. Tiago 1:4

Marie Alvero

Marie Alvero foi missionária na África e no México. Vive atualmente com seu marido e filhos a Região Central do Texas, nos EUA.  

Copyright 2019 © Activated. All rights reserved.