Sucesso

As pedronas

Um perito em gerenciamento de tempo falava a um grupo de estudantes de Administração de Empresas.Diante daquele grupo incrivelmente dinâmico e bem-sucedido, ele tirou um pote para compota de 3 litros e meio e colocou numa mesa à sua frente. Depois pegou umas doze pedras do tamanho de um punho e colocou-as cuidadosamente, uma a uma, dentro do pote. Quando este ficou cheio até a borda e não cabia mais pedras, ele perguntou aos alunos se o pote estava cheio. Todos responderam que sim.

Sem limites

Acho que nunca assisti a um número de pulgas amestradas — o clássico quadro circense em que os insetos são os protagonistas —, mas li um artigo fascinante descrevendo como as “artistas” são treinadas.

Ao saltar, as pulgas podem atingir alturas extraordinárias em relação ao seu minúsculo tamanho. No treinamento, as pequenas saltadoras são colocadas em uma caixa ou em um vidro e, como poderiam facilmente escapar, o amestrador tampa o receptáculo e espera.

A jornada de um peregrine

Adoro viajar pela Ferrovia Índico-Pacífico, na Austrália. Ela liga Sydney, na costa leste, a Perth, no litoral oposto, atravessando todo o país e conectando os dois oceanos. Estende-se por 4.352 quilômetros e cruza três fusos horários, uma distância maior que a que separa Londres e Istambul.

A técnica de visualização

Pergunte àqueles que se destacaram em qualquer campo, os fatores que contribuíram para que alcançassem o sucesso e verá que no alto da maioria das listas estará a visualização das metas almejadas. Durante os vários anos de preparação rigorosa, o campeão olímpico imaginou-se no pódio, recebendo a medalha de ouro. A primeira bailarina projetou-se fazendo grand jetés nos principais palcos do mundo. O cientista premiado com o Nobel sonhou seu momento de “eureca”. A campeã do ano em vendas visualizou-se 365 vezes fazendo as malas para as férias no spa, prêmio pelo seu desempenho.

<Page 11 of 11>
Copyright 2021 © Activated. All rights reserved.